Ipatinga define construção de mais 496 apartamentos

89

A NOTÍCIA de liberação do projeto foi dada ao prefeito Nardyello Rocha pelo Superintendente Regional da CEF, Carlos Veiga

CRÉDITOS: SECOM-PMI
APROVAÇÃO DE APARTAMENTOS PARA IPATINGA (Copy)

O PROJETO prevê a edificação de 31 blocos, cada um deles com 16 apartamentos

Com novo projeto, município já soma 736 novas unidades habitacionais para famílias de baixa renda. Mais mil vagas de empregos serão criadas.

O novo governo municipal de Ipatinga aguarda somente a publicação do Ministério das Cidades referendando o ato de aprovação pela Caixa Econômica Federal, para contratar a empresa especializada para a construção, no município, de mais 496 apartamentos pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. As unidades habitacionais serão edificadas numa área reservada para esse fim na rua 17, no bairro Planalto.

A notícia de aprovação do projeto foi dada na tarde desta quarta-feira (13) pelo Superintendente da Caixa Econômica Federal no Leste de Minas, Carlos Veiga, em reunião com o prefeito Nardyello Rocha, que recebeu com muito entusiasmo a informação. A expectativa é que o ato seja publicado ainda nesta sexta-feira (15). Cumprido este protocolo, a execução da obra estará a cargo da Master Construtora, vencedora do chamamento público 002/2017. Assim o início da construção deverá acontecer já no próximo mês.

“A emoção de poder entrar numa casa própria é gigantesca, quase como aquela de ter um filho e, se estamos podendo proporcionar esta alegria a tantas famílias necessitadas, claro que também nos sentimos muito alegres”, celebrou o Executivo, que adiantou também que já no segundo semestre novos processos na área deverão ser desembaraçados, significando a liberação de outras centenas de moradias, “o que contribuirá ainda mais para geração de emprego e renda, e o reaquecimento da economia local”.

Também participaram do encontro o secretário municipal de Planejamento, Athayde Campos de Carvalho, e o Gerente Geral das agências da CEF em Ipatinga, Carlos Alexandre.

CARLOS VEIGA (CEF), PREFEITO NARDYELLO (Copy)

MIL EMPREGOS

O novo conjunto habitacional será constituído de 31 blocos, cada um deles com 16 apartamentos. A obra vai gerar 500 empregos diretos e outros 500 indiretos, devendo ser concluída no prazo máximo de um ano e meio. A prioridade da contratação da mão de obra é para moradores da própria região atendida, como aconteceu no bairro Nova Esperança, onde a Administração municipal constrói outros 240 apartamentos com entrega prevista para o primeiro semestre de 2019.

Com 39 metros quadrados, constando de dois quartos, sala, cozinha e banheiro em espaços muito bem distribuídos, os apartamentos são destinados a famílias em vulnerabilidade social, com renda mensal de até R$ 1.800. Elas foram cadastradas pelo município no CadÚnico e são selecionadas em obediência a regras estabelecidas pelo governo federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui