33º Seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde em Ipatinga - Silmara de Freitas - Portal de notícias do Vale do Aço.Silmara de Freitas – Portal de notícias do Vale do Aço.
  • Silmara de Freitas - Portal de notícias do Vale do Aço.

Silmara no Facebook Silmara no Instagram

Gerais
0

33º Seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde em Ipatinga

FSFX_ Seminario_Humanizacao_1

A saúde é um estado de bem-estar conjunto de corpo e mente. Se há um desequilíbrio em um, o outro tende a não funcionar corretamente. Um corpo sadio sustenta um emocional sadio e vice-versa. Pensando nesses princípios, a Fundação São Francisco Xavier (FSFX), por meio da equipe multidisciplinar do Hospital Márcio Cunha (HMC), promove 33° seminário Mineiro de Humanização e Pastoral da Saúde. O intuito do evento é trazer uma série de palestras e atividades em convergência com o tema desse ano, “Cuidando da saúde física e emocional do nosso voluntário”.

Na manhã de sábado (11/11) a partir das 8h, no Teatro Zélia Olguin, no bairro Cariru, em Ipatinga, os voluntários se reúnem para, em vez de cuidarem de outras pessoas, tomarem algum tempo para cuidarem de si mesmos. Entre os principais temas abordados no evento, está a inteligência emocional, conceito de psicologia que utiliza o autoconhecimento, controle de emoções e automotivação em prol da estabilidade e bem-estar, na palestra “Inteligência Emocional no Trabalho Voluntário”. A programação ainda inclui explanações com profissionais da fisiologia, psicologia e ortopedia, além de uma dinâmica em grupo. Depois do almoço e das atividades programadas para a tarde, por volta das 16h45, os voluntários e colaboradores participarão de uma missa, ministrada pelo bispo emérito Dom Odilon.

“Ações como esta são indispensáveis para os voluntários da Pastoral da Saúde, como uma maneira de recompensá-los por seu altruísmo e trabalho duro em prestar assistência religiosa, independente da crença, em momentos de fragilidade física”, ressalta a supervisora de Assistência Multidisciplinar, Maria Inês Romano Teixeira.

Pastoral da Saúde

Entendendo a importância do amparo religioso em momentos de enfermidade, o grupo de voluntários da Pastoral da Saúde, com mais de 200 integrantes, doa parte do seu tempo e presta auxílio aos acamados. No dia a dia do Hospital, o trabalho dessas pessoas é visitar os internos, ouvindo-as e servindo-lhes de companhia.

“O trabalho da Pastoral da Saúde tem como objetivo levar aos pacientes e acompanhantes momentos de religiosidade, apoio e reflexão, respeitando sua crença. São pessoas, na grande maioria com muita experiência de vida, que doam parte do seu tempo para auxiliar o próximo”, destaca Bruno Nunes Ribeiro, gerente corporativo de Assistência Ambulatorial, Atenção Domiciliar e Multidisciplinaridade. Antes de participar do grupo, todos os voluntários se submetem a treinamentos com a equipe do HMC, sobretudo do Serviço Social e Controle de Infecção Hospitalar.

As atuações desses grupos são diversas. Na maternidade, por exemplo, onde mães esperam o momento ideal do nascimento do bebê, os voluntários ensinam e acompanham a preparar peças em tricô, crochê e bordado. As peças vão para o enxoval do recém-nascido. Durante o parto, as doulas, selecionadas pela experiência e perfil adequados, incentivam as mães durante o trabalho de parto. Na pediatria, acompanham atividades de leitura e pintura com as crianças. Também há grupos da Pastoral que atuam no Centro de Terapia Renal Substitutiva (CTRS), Unidade de Oncologia e Oncologia Pediátrica; e Cuidados Paliativos.

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail
Silmara de Freitas

Sobre a colunista: Silmara de Freitas

Existem 0 comentários

Deixe um comentário

Quer expressar sua opinião?
Deixe uma resposta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado