Débito do Estado de R$ 25 milhões agrava situação financeira da Prefeitura de Timóteo

202

O Município de Timóteo, assim como centenas de cidades mineiras, vem enfrentando dificuldades pela retenção de recursos por parte do Estado. A inadimplência do governo mineiro junto aos municípios já soma R$ 10,4 bilhões.

No caso de Timóteo o calote chega a R$ 25 milhões, dos quais R$ 12,5 milhões se referem a repasses do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação) e do ICMS. Em face disso, o Município de Timóteo acionou o Estado de Minas Gerais na Justiça para tentar reaver os recursos retidos.

- PUBLICIDADE -

Para cobrir esses déficits, os gestores das Secretarias Municipais têm se desdobrado para readequar os gastos públicos. Além de cortes nos serviços de carreteiros, foram reduzidos e renegociados diversos contratos em todas as áreas da Administração Municipal.

“Adotamos um maior rigor no controle dos gastos assumindo, com recursos próprios, os investimentos que deveriam ser feitos com o dinheiro que o Estado está bloqueando ilegalmente”, pontuou o secretário de Fazenda, Anderson Lopes. Ele acrescentou que a prioridade determinada pelo prefeito Douglas Willkys é pagar em dia os salários e as férias dos servidores da ativa, a complementação dos aposentados e pensionistas, além dos serviços essenciais e fornecedores.

“Estamos passando por um momento muito difícil, precisando restringir inúmeros gastos e despesas, em virtude da inadimplência do Estado. Para não comprometer os serviços, estamos aprofundando os estudos para a realocação dos gastos”, informou Anderson.  Caso essa situação se prolongue o município pode ser obrigado a realizar cortes nas equipes de limpeza pública e de saúde.

A previsão de pagar em dia todos os compromissos assumidos, no entanto, vai até dezembro de 2018, haja vista que não há nenhuma sinalização do governo estadual de que a realidade financeira – de queda mensal de receita – irá melhorar a partir de janeiro de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui