Sorteados no programa de habitação em Ipatinga têm até 5 de abril para apresentar documentos

281
created by dji camera

Sorteio dos apartamentos foi feito publicamente em novembro do ano passado

- PUBLICIDADE -

Pendências devem ser sanadas dentro do prazo-limite, sob pena de perda do imóvel

Os sorteados no programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ de Ipatinga para ocupar as 240 unidades habitacionais em construção no bairro Nova Esperança têm até o dia 5 de abril próximo para entregar na Prefeitura a documentação que comprove as informações repassadas no ato do Cadastro Habitacional de Interesse Social. Segundo o Departamento de Habitação da Secretaria Municipal de Planejamento, 83 sorteados, entre titulares e suplentes, ainda estão com algum tipo de pendência na documentação.

Ressalta-se que foi um total de 312 sorteados, já que a regra do programa determina que sejam sorteados 30% a mais das unidades habitacionais para os suplentes em caso de vacância de seus titulares. Nesse sentido, foram 240 famílias sorteadas como titulares e mais 72 para integrar o cadastro de reserva.

O sorteio foi realizado em novembro do ano passado, em evento público na Escola Municipal Artur Bernardes. Inicialmente, o prazo-limite para entrega dos documentos era janeiro. Porém, a Administração Municipal resolveu estender o período para que os contemplados tivessem um tempo maior para preparar a documentação e entregar na PMI. As pendências devem ser resolvidas no Departamento de Habitação, 6º andar da Prefeitura, de 8h às 18h. Caso o sorteado não compareça ao setor até a data estabelecida, ele perderá o imóvel.

“Durante todo este tempo, nós entramos em contato por telefone, enviamos carta, fizemos visitas, e o prazo que a prefeitura possui junto a instituição financeira para encaminhar a documentação dos contemplados está se esgotando. Caso o sorteado não compareça até a data estabelecida, este será excluído e perderá o direito de ser beneficiário do Programa Minha Casa Minha Vida – Residencial Nova Esperança, devendo o suplente ocupar o seu lugar”, disse o secretário Municipal de Planejamento Ricardo Luiz de Figueiredo.

Após a apresentação dos documentos, a Prefeitura montará um dossiê para a Caixa Econômica Federal, que irá iniciar a fase de verificação das informações, convocando os sorteados aprovados para assinatura de financiamento do imóvel, de acordo com renda familiar, conforme prevê a Portaria Interministerial nº 99/2016. As obras já estão em fase bastante adiantada, e o governo municipal espera entregar os 240 apartamentos à população ainda no primeiro semestre de 2019.

O conjunto habitacional do bairro Nova Esperança conta com 15 blocos, cada um deles com 16 apartamentos medindo 47 metros quadrados, distribuídos em dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui