ARMVA articula início das obras e reativação do Aeroporto Regional do Vale do Aço

42
O aeroporto foi visitado, recentemente, pelo chefe de gabinete da ARMVA, prefeito e vice eleitos de Santana do Paraíso e pelo presidente da FIEMG Regional Vale do Aço

A Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA), em consonância com o Governo de Minas Gerais, trabalha para assegurar os recursos das obras e reativar o mais breve possível do Aeroporto Regional do Vale do Aço.  A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) divulgou, por meio de nota, que os reparos na pista do aeroporto “devem se iniciar após o período chuvoso, no início de março de 2021, para que seja garantida maior eficiência na realização dos serviços”.

- PUBLICIDADE -

As obras não foram iniciadas anteriormente devido ao período eleitoral e a decisão da Advocacia-Geral da União que impossibilitava o repasse financeiro do Governo Federal para o Estado. Ainda em nota, a Seinfra informou que os recursos federais estão garantidos. O valor total do convênio é de R$13,2 milhões, sendo R$ 12 milhões provenientes da União, por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), e R$ 1,2 milhão de contrapartida do Estado.

Visita ao Aeroporto

Recentemente, autoridades regionais estiveram reunidas no aeroporto para aproximação da nova administração e para debater o futuro deste equipamento estratégico. Como representante do Governo de Minas Gerais, o chefe de gabinete da ARMVA, Renato Martins Ferreira, foi convidado pelo prefeito eleito de Santana do Paraíso, Bruno Morato, a participar do encontro com o superintendente da Infraero, Ronan Fernandes, presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, Flaviano Gaggiato, e o vice-prefeito eleito de Santana do Paraíso, José Anício de Almeida. 

Para o chefe de gabinete da ARMVA, a relação estreita dos órgãos com a administração do aeroporto trará benefícios para o equipamento e para toda a região. “A aproximação está sendo a melhor possível. Vimos uma administração que se preocupa com o futuro da região e ficamos satisfeitos, pois a celebração do contrato com a Infraero veio a partir da atuação do Governo de Minas. Estamos certos de que a reforma trará novas possibilidades. Também percebemos o interesse de todos no desenvolvimento do equipamento. Nós, da ARMVA, vislumbramos um maior diálogo e cooperação entre as instituições, setor produtivo e poderes executivos municipais e estadual para que as ideias em relação ao aeroporto se transformem em realidade”, detalha Renato.

A ARMVA e Governo de Minas Gerais compreendem a relevância estratégica do Aeroporto Regional do Vale do Aço e, portanto, têm tomado todas as providências possíveis para que os voos retornem operação o quanto antes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui