Adote um amigo

218

Shopping Vale do Aço e Meu Amigo Cão promovem Feira de Adoção

Que tal começar o ano novo na companhia de uma nova e fiel amizade? Neste sábado (06/01), os animais resgatados pela ONG Meu Amigo Cão estarão na Portaria 3 do Shopping Vale do Aço, das 10h às 16h, à espera de uma nova família. A Feira é uma parceria entre a ONG e o Shopping Vale do Aço e, mensalmente, ajuda cães e gatos abandonados a encontrarem um lar.
Durante a Feira, os voluntários do Meu Amigo Cão ficam à disposição dos visitantes dando as  orientações para os primeiros passos da adoção. Os cães e gatos, filhotes ou adultos, passam pelo veterinário, vacina e vermifugação e castrados ou com o procedimento agendado. Além disso, graças a uma parceria com a marca de ração Quatree, quem adota um animalzinho ganha um pacote de ração.
Um resgaste emocionante
 
Quando Thaís de Souza Rosa e sua mãe Elizete Rosa Silva souberam que havia uma cadelinha abandonada prestes a ter seus filhotinhos à deriva do frios das ruas, elas não pensaram duas vezes em acolher o animal. Caju, como foi carinhosamente batizada pela família temporária, se acomodou na casa até que os filhotes nascessem. Com complicações na gestação, Caju precisou de uma cesariana para o nascimento dos cachorrinhos, tratamento e vitaminas para cuidar da desnutrição e infecções causadas pela difícil vida na rua. Durante a recuperação, a família, que era para ser um lar temporário, se tornou uma companhia pra vida toda. “Nos apaixonamos pela Caju e seu jeitinho emocionado e carinhoso de ser. Ela já se sentia em casa conosco e sempre permitimos todo conforto para ela, numa tentativa de compensar toda a dor que ela já havia sentido”, conta Thaís.
caju janeiro
 
Hoje saudável, Caju alegra a rotina da família. “Ela é super dócil e companheira e faz parte da nossa família. Ela e seus bebês teriam sofrido muito ou ela teria provavelmente morrido antes do parto, devido às condições em que se encontrava. Somos incrivelmente gratos pelo apoio do Meu Amigo Cão e por esse lindo trabalho. Esperamos que mais pessoas se juntem para ajudar essa causa, e que adotem com responsabilidade para que, num futuro próximo, não precisemos ver tantos anjinhos sofrendo pelas ruas”, finaliza Thaís.
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui