Agenda de Convergência Vale do Aço estabelece focos para 2020

90

No dia 02/12 foi realizada a 30º reunião da Agenda de Convergência do Vale do Aço – última de 2019. O evento faz parte do Fórum das Entidades, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – FIEMG Regional Vale do Aço e conta com a participação de representantes do poder público e lideranças empresariais que se juntam para propor, discutir e acompanhar projetos de para o crescimento do Vale do Aço e região.

Na ocasião, foi apresentada a linha do tempo da Agenda de Convergência Vale do Aço, os projetos dos seis eixos de trabalho (Infraestrutura, Segurança, Saúde, Educação, Competitividade e Sustentabilidade) e os respectivos resultados desde seu início em 2009.

- PUBLICIDADE -

Uma das novidades do 30º Fórum foi a interatividade por meio de uma plataforma digital onde os participantes, simultaneamente, puderam contribuir validando os objetivos propostos para 2020 e enviar sugestões de ações a serem desenvolvidas nos eixos de trabalho da Agenda.

Ainda durante a reunião, foram apresentados os três principais objetivos que serão foco de trabalho em 2020: Adensamento da cadeia produtiva local, Atração de novos negócios e Aumento da representatividade política na região.

De acordo com o presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, Flaviano Gaggiato, “Para tornar a cadeia produtiva do aço mais robusta será necessário maximizar as expertises e os talentos desenvolvidos ao longo de mais de cinco décadas. “É uma situação que sempre precisa do reconhecimento da sociedade civil organizada para que ela possa manter-se robusta e perpétua. Sobre a área do turismo, temos uma descoberta recente do potencial de áreas novas como o Rural e o de aventura, historicamente atrás do Turismo de Negócios”, explica o presidente da Regional.

Com relação à cadeia produtiva, Flaviano diz que atrair investimentos do setor primário (indústria) é fundamental para a diversificação da economia regional. “Entendemos que investimentos estruturantes, como grandes obras públicas ou

industriais podem propiciar a geração de novos empregos e a formação de um cinturão de fornecedores”, explica Gaggiato.

Aumento da representatividade política na região

Um dos projetos desenvolvidos pela Agenda de Convergência foi a campanha Voto Vale, que propiciou a reeleição de dois deputados estaduais e eleição de quatro deputados federais na região do Vale do Aço em 2018.

Segundo Gaggiato, as eleições municipais do próximo ano precisam do mesmo engajamento mesmo se tratando de algo regional. “É necessário que a população valorize seu voto e escolha candidatos que possam melhor lhes representar. Entendemos que a representatividade política perpassa por boas escolhas no âmbito municipal, sejam prefeitos ou vereadores. Conscientizar para que o voto seja atribuído a candidatos de forma responsável e com visão de coletividade é o que esperamos e pretendemos pautar na Agenda para o próximo ano”, justifica Flaviano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui