Alunos do Unileste fazem visita técnica ao HMU

71

A parceria entre a Unimed Vale do Aço e o Unileste já tem gerado bons frutos. Nesta semana, alunos do curso de enfermagem da instituição de ensino realizaram uma visita técnica ao Hospital Metropolitano, em Coronel Fabriciano.

A atividade permitiu que os estudantes entendessem o Plano de Gerenciamento de Resíduo do Serviço de Saúde (PGRSS) e sua aplicabilidade, da geração ao descarte final do resíduo. Durante a visita, os futuros enfermeiros conheceram as unidades geradoras dos diferentes resíduos (óleo de cozinha, material biológico, perfuro cortantes, papel, plástico, alumínio), os diferentes recipientes, de acordo com o material a ser descartado, os abrigos temporários, carros de transporte, descarte final.

Na visita, os estudantes vivenciaram uma experiência realística da rotina de um enfermeiro em ambiente hospitalar na Unidades de Internação, UTI, Centro Cirúrgico, Pronto Atendimento, CME, SCIH, SESMT e Núcleo de Educação Permanente. Além de conhecer, os alunos tiveram a oportunidade de observar a rotina institucional e as técnicas aplicadas na rotina diária.

A enfermeira Virgínia, preceptora que acompanhou a turma, elogiou a organização do HMU. “Fomos muito bem recebidos e pudemos perceber que o gerenciamento de resíduos está funcionando. Toda a equipe do hospital esta de parabéns. São profissionais muito competentes e que sabem realizar de forma o descarte e a destinação dos resíduos da unidade de saúde”, afirmou.

Parceria

O convênio de Cooperação Técnica entre a Unimed Vale do Aço e o Unileste foi assinado em uma solenidade realizada no último mês. A parceria foi firmada durante uma solenidade na instituição de ensino e contou com a presença do diretor-presidente da Singular, Dr. José Maurício Nolasco Nascimento, e o reitor do Unileste, Dr. Genésio Zeferino da Silva Filho, entre outras autoridades.

A cooperação entre as instituições visa o intercâmbio e o desenvolvimento de programa de estágio, ações técnicas, projetos de pesquisa e extensão, além de atividades conjuntas em eventos comunitários, educativos, científicos e/ou culturais. Por meio do convênio, por exemplo, será possível articular ainda mais os projetos de pesquisa e de iniciação científica permitindo uma interface entre os conhecimentos científicos e técnicos, a fim de preparar os profissionais em sintonia com o mercado de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui