Apoio da bancada do PSL na reeleição da Câmara, visa dar governabilidade a Bolsonaro

215

A Deputada Federal eleita Alê Silva (PSL), participou de forma ativa nesta quinta-feira (3), da reunião no Congresso Nacional, onde esteve boa parte da bancada do PSL entre Deputados Federais e Senadores. O objetivo foi esclarecer e discutir o apoio do partido à reeleição do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

- PUBLICIDADE -

A Deputada explica que tratou-se de uma decisão do PSL, visando garantir ao presidente Jair Bolsonaro condições de governabilidade.

“Não houve negociações de cargos no Governo Bolsonaro. E o PSL terá a vaga da segunda vice-presidência da mesa diretora da Câmara. Com isso, o partido poderá dar prosseguimento aos seus projetos e às reformas anunciadas principalmente. Somos uma legenda grande e com tendência a crescer ainda mais.Precisávamos fazer esta definição, pois corríamos um sério risco de sermos isolados, no caso de não alcançarmos a efetiva participação no comando da mesa diretora da Casa”, observou Alê Silva.

Além disso, o PSL também vai presidir duas comissões muito importantes na Câmara sendo elas, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), responsável pela análise constitucional de todas as propostas em tramitação no legislativo Federal e a Comissão de Finanças e Tributação (CFT), à qual cabe a análise da adequação financeira das propostas em tramitação na Casa.

“O partido atualmente conta com 53 dos 513 deputados, sendo a segunda maior bancada da Câmara. Mas não adianta ser a maior bancada sem ter o acesso a comissões por exemplo, ficando de fora do sistema administrativo do país. Foi uma decisão estratégica e necessária para que as coisas possam acontecer e assim fazer a nação crescer”, concluiu a Deputada.

A reunião também serviu para confirmar a candidatura de Major Olimpio (SP), ao cargo de presidente do Senado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui