ARMVA será unidade de cadastro da Carteira Nacional do Artesão no Vale do Aço

123
Artesãos do Vale do Aço poderão buscar à ARMVA para realizar o cadastro para a Carteira Nacional do Artesão

O Governo de Minas Gerais está em processo de ampliação da emissão da Carteira Nacional do Artesão no estado. Para isso, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), por meio da Diretoria de Artesanato, promove treinamento para 20 técnicos cadastrarem os artesãos em suas regiões para receber o documento. A capacitação começa nesta terça-feira (3) e finaliza na quinta-feira (5), na Cidade Administrativa em Belo Horizonte.

Com o treinamento a ser realizado na capital, os técnicos estarão aptos a cadastrar os artesãos na Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA), sediada na avenida Zita Soares de Oliveira, nº. 212, Centro, Ipatinga, além das nove coordenadorias regionais do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene) e, de forma itinerante, pelo projeto Minas Indígena da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese). Atualmente são 10 mil artesãos que possuem carteira e a expectativa é de ampliar em 30% nos próximos meses com essa descentralização.

O cadastro da Carteirna Nacional do Artesão será realizado, de modo permanente, pela ARMVA.
- PUBLICIDADE -

O documento

A Carteira Nacional do Artesão é um documento válido em todo o território brasileiro para fomentar a formalização da atividade e propiciar aos seus portadores o acesso a cursos de capacitação, feiras e eventos, apoiados pela Sede e pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB). A carteira é concedida a todos os artesãos que tenham idade igual ou superior a 16 anos.

O Diretor-Geral João Luiz Teixeira Andrade destaca que as ações descentralizadas facilita o acesso de todos os cidadãos mineiros aos diversos serviços prestados pelo Governo de Minas. “Uma das diretrizes da Carteira Estratégica do Governo de Minas é a interiorização e regionalização das ações promovidas pelo Estado. Neste sentido, a Sede facilitará o acesso dos artesãos do interior de Minas à Carteira Nacional do Artesão, habilitando outros órgãos a realizarem o cadastro. Sabemos que o Vale do Aço possui demanda deste cadastramento e por isso, estamos nos empenhando neste trabalho. Em breve, informaremos a respeito dos mutirões que iremos realizar”, destaca João.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui