Autoridades se articulam para desenvolvimento econômico integrado do Vale do Aço

29
Durante o encontro foram discutidos projetos a serem realizados conjuntamente e, em especial, no momento de recuperação pós pandemia

No intuito de reunir forças e desempenhar projetos conjuntos, os secretários das pastas de Desenvolvimento Econômico dos municípios da região estiveram reunidos juntos à equipe da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA) e Sebrae, na segunda-feira (25).  Na oportunidade, foram compartilhadas informações entre os órgãos e apresentados possíveis projetos de realizações em parceria.

- PUBLICIDADE -

Estiveram presentes na reunião, o diretor-geral da ARMVA, João Luiz Teixeira Andrade, o analista do Sebrae, Alessandro Challub, o secretário municipal de Governança do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura de Coronel Fabriciano, Homero Quinete, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Ipatinga, Luís Henrique Alves e o gerente de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Timóteo, Hiler Félix.

Para os secretários, a aproximação entre as secretarias, ARMVA e Sebrae é essencial ao progresso significativo do Vale do Aço. O estreitamento entre os órgãos vem no momento crucial de articulação para a retomada econômica no período pós-pandemia.

O diretor-geral da ARMVA salienta que o diálogo aberto contribuirá para que mais ações do Governo de Minas Gerais possam ser direcionadas ao Vale do Aço. “Contamos com as prefeituras no repasse de informações para termos tomadas de decisões mais assertivas no âmbito do Estado para o benefício dos municípios da região”, destaca João Luiz.

Reunião entre secretários municipais, equipe da ARMVA e Sebrae demonstra o desejo conjunto do desenvolvimento econômico igualitário da região

Programas em andamento

Entre os projetos que estão em execução pela ARMVA e que contam com o apoio direto das pastas de Desenvolvimento Econômico e Sebrae estão o programa de desburocratização “Minas Livre para Crescer” e o programa de atração de investimentos “#VempraMinas”.

Durante o encontro, foi reiterada a importância da participação dos órgãos nestes dois programas para que os objetivos sejam realmente alcançados. Ainda foi destacado que o programa de desburocratização do Governo de Minas pode servir de modelo para a simplificação de processos dentro de cada prefeitura municipal a fim de melhorar o ambiente de negócios.

Ainda na ocasião salientou-se a necessidade urgente dos municípios aderirem de forma massiva ao programa “Minas Consciente”, dado o forte avanço da COVID-19 no Vale do Aço. Elaborado pelo governo estadual, o programa Minas Consciente setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” (onda verde – serviços essenciais; onda branca – baixo risco; onda amarela – médio risco; onda vermelha – alto risco), a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui