Balanço Positivo – Instituto CENIBRA reforça linha de atuação nas comunidades

275

Projeto Cordel dos Cafundó

O Instituto CENIBRA possui 50 Projetos Socioambientais que contemplam as áreas de educação, meio ambiente, inclusão digital, geração de trabalho e renda, resgate cultural, esporte e cidadania. Além dos projetos realizados, o Instituto apoia diversas iniciativas da sociedade civil organizada e doo Poder Público dos 54 municípios onde a empresa atua. O Instituto CENIBRA valoriza e busca sempre aprimorar as relações dos diversos segmentos da sociedade. Em 2018, foram realizadas diversas intervenções na infraestrutura pública em parceria com prefeituras e projetos culturais e esportivos nas comunidades de atuação. Foram mobilizados atendimentos a demandas municipais, disponibilização de recursos e patrocínios via Leis Federais de Incentivo na ordem superior a R$ 12,3  milhões. Trata-se de iniciativas nas áreas de saúde, educação, desenvolvimento econômico, sociocultural, meio ambiente esporte e cidadania. Estima-se que o efeito direto e indireto dessas ações comtemplaram um público superior a 100 mil pessoas, distribuídas pelos municípios em que a empresa atua.

- PUBLICIDADE -

No ano passado, em função da instabilidade da política econômica, que impactou diretamente no orçamento dos municípios, percebeu-se significativo aumento de demandas sociais, com transferência de responsabilização do poder público para a iniciativa privada, surgindo um movimento intenso na comunidade requerendo um Novo Olhar Social da empresa. “No entanto, verificou-se que o necessário não era criar um novo olhar, mas remodelar a maneira de posicionar, exercer e reverberar o Nosso Olhar Social” declara Leida Hermsdorff Horst Gomes, Coordenadora de Comunicação Corporativa e Relações Institucionais da CENIBRA, também responsável pelo Instituto CENIBRA.

Neste sentido, o Instituto CENIBRA adequou a narrativa e processos de forma a remodelar a comunicação, os projetos socioculturais e ambientais e a estratégia de relacionamento com a comunidade. Foi implantada uma metodologia de relacionamento em rede que contemplou identificar partes interessadas, geolocalizar, qualificar dados e demandas, verificar interrelação entre as partes e com a empresa, bem como definição de posicionamento e narrativa apropriada. Além disso, sob o selo da #NossoOlharSocial verificou-se aumento da favorabilidade social em pontos de tensão, e aproximação no que diz respeito a relações institucionais; bem como o alinhamento com empregados (constatada em pesquisa de clima). Como exemplo, podem-se citar as ações realizadas no Parque Multifuncional de Belo Oriente, dentre elas o Projeto Jaca, que por meio de Lei Federal de Incentivo, oferece oficinas gratuitas de teatro, audiovisual e iniciação musical para jovens e adultos.

Encontro Marcado com Fernando Sabino

Por meio de uma parceria do Instituto CENIBRA com o SEBRAE e Prefeitura Municipal de Belo Oriente foi implantado em 2018 o Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ) no município, beneficiando 80 jovens. A proposta é formar jovens desenvolvendo capacidades empreendedoras e conhecimentos de administração. O curso, reconhecido pelo MEC, tem por finalidade o desenvolvimento de competências necessárias para o enfrentamento e superação dos desafios da juventude em suas diversas dimensões (profissional, pessoal, social e familiar), além de promover a formação do sujeito empreendedor, ético e consciente da sua responsabilidade social.

“Os mecanismos de leis de incentivo, para esporte e cultura, são uma oportunidade de contribuir com o poder público na destinação de uma verba pública, de Imposto de Renda, para efetiva promoção de melhoria nas comunidades, potencializando a integração social, por meio da cultura e do esporte viabilizando o acesso para moradores de cidades do interior do Estado”, avalia Leida.

Dentre os principais projetos incentivados no último ano, destaque para os Projetos Criança e Jovem Que lê, que contribuíram diretamente para a melhoria do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de Belo Oriente; o Projeto Contém Cultura, que estruturou em Ipaba um espaço público destinado à promoção da cultura nacional, tendo a literatura e o audiovisual como instrumentos de educação; O Projeto Cordel dos Cafundó, que utiliza a literatura de cordel para estimular o aprendizado de forma versátil e eficaz; O Projeto Encontro Marcado com Fernando Sabino, que promoveu a literatura nacional e novas estratégias para o ensino de português; Os Projetos de iniciação musical e prática esportiva, que fazem da arte um instrumento de inclusão social; Projeto Ciclo Cênico Musical, iniciativa itinerante que levou workshops culturais para os municípios de atuação, bem como uma apresentação teatral dinâmica sobre a prevenção e combate a Incêndios Florestais.

“Os projetos deste ano continuarão com essa atuação focada na otimização dos recursos em prol de uma efetiva transformação social, proporcionando para as comunidades em que atuamos no interior de Minas Gerais, alternativas de desenvolvimento pessoal, socioeconômico e cultural”, conclui Leida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui