Chuvas em Ipatinga

107
Ainda mobilizada, força-tarefa celebra balanço positivo de ações organizadas

Em três dias, nenhuma ocorrência de desabrigo, perda de vidas ou bens materiais

 

- PUBLICIDADE -

Atendendo a uma convocação do Executivo de Ipatinga, a força-tarefa instalada no município para atuar no atendimento a situações especiais geradas pelo grande volume de chuvas, se reuniu na tarde da última segunda-feira (27) para um balanço das ações desenvolvidas nos últimos três dias. O dado mais positivo foi que, embora a cidade tenha experimentado uma precipitação pluviométrica de mais de 200 mm e, durante algumas horas, de forma concentrada, não se registrou qualquer ocorrência de desabrigo ou atendimento emergencial envolvendo pessoas e perda de bens. O êxito da mobilização organizada foi atribuído principalmente às medidas preventivas adotadas pelo Governo com relação à desobstrução de milhares de boca de lobo, limpeza de canais e mutirões de recolhimento de lixo e entulho. Isto se somou ao apoio decisivo recebido pela Administração pública de servidores voluntários e parceiros como as concessionárias de serviços  de água e esgoto, empresas contratadas, Usiminas, polícias Civil e Militar e, ainda, o Corpo de Bombeiros. 

 

Diante da ausência de ocorrências graves no município, a Administração de Ipatinga anunciou durante a reunião que está aderindo à campanha estadual de arrecadação de donativos em favor das milhares de famílias atingidas por inundações em inúmeras cidades de Minas Gerais. A Prefeitura receberá as doações a partir desta terça-feira (28), durante o expediente de trabalho (12h às 18h), no térreo do prédio do Executivo e no hall de entrada do estádio Ipatingão. A população pode colaborar com água, alimentos não perecíveis, cobertores, colchões, objetos de higiene pessoal, materiais de limpeza, roupas de cama, etc. Os itens arrecadados serão encaminhados à Polícia Militar para distribuição. 

 

Assim como outras autoridades presentes, o representante do Corpo de Bombeiros, capitão Hoberdan Inácio da Silva, reconheceu durante o encontro a importância da força-tarefa para a eficiência da proteção aos moradores. Conforme ressaltou, isto possibilitou inclusive que 70% do efetivo do grupamento pudesse ser destacado para socorrer emergências na cidade de Manhuaçu, o que continua sendo realizado. 

 

O gerente regional da Copasa, Albino Campos, informou que as chuvas dos últimos dias fizeram com que o rio Piracicaba subisse três metros acima da sua calha de inundação, sendo esta a razão do comprometimento parcial do abastecimento de água no município e todo o Vale do Aço, já que várias bombas de sucção deixaram de funcionar. Segundo ele, houve também rompimento de adutoras em áreas do bairro Iguaçu. Contudo, o sistema já estaria restabelecido em 98%, nesta segunda-feira. 

 

O prefeito Nardyello Rocha agradeceu o empenho de suas equipes e todos os parceiros para que ocorrências históricas de inundação não se repetissem, citando, entre outros, os casos do viaduto do bairro Vila Ipanema e das ruas Cravo e Maria da Glória Barbosa, no bairro Bom Jardim. 

 

“A força-tarefa – acrescentou o Executivo – continuará atuando em outras ações, de forma intensiva, como a limpeza de ruas, prevenção contra doenças e, principalmente, vistoriando domicílios em situação de risco, localizados junto a encostas”. Conforme ele, a assistência social e a Defesa Civil do município já haviam visitado 80% das residências com algum tipo de ameaça decorrente das chuvas, nesta segunda-feira. Estão sendo atendidas todas as demandas apresentadas, no limite possível da estrutura que foi montada. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui