Ciclo Cênico Arte em Movimento inicia nova circulação

117

A nova temporada de circulação do projeto Ciclo Cênico Arte em Movimento tem início na próxima segunda-feira, 16 de setembro. E a primeira cidade a receber o Carroção Cênico com o espetáculo A Máquina do Tempo é Coroaci, na Praça José Olegário dos Reis, a partir das 19h30. A cidade recebe também workshop de dança urbana, jogos cênicos, maquiagem e contação de histórias, todos com inscrição gratuita. 

O Ciclo Cênico iniciou sua circulação por cidades mineiras em 2018. Naquele ano, de agosto a novembro, levou arte e cultura para 09 cidades.  Agora em setembro inicia uma nova circulação, sempre com a apresentação de espetáculo e realização de workshops, ambos com entrada franca. Até novembro serão visitadas as cidades de Antônio Dias ( Porteira Grande), Pingo D’Água, Córrego Novo, São Domingos do Prata, Peçanha, Alvinópolis ( Fonseca), Santana do Paraíso ( Ipabinha) e Guanhães. 

- PUBLICIDADE -

A Máquina do Tempo

O espetáculo reúne uma trupe de artistas mambembes que viajam em seu mágico carroção. Conta a história de três cientistas malucos que inventam uma máquina do tempo, para voltar ao passado e impedir um incêndio que devastou uma

reserva florestal. De forma lúdica e divertida a peça apresenta os sérios problemas causados por um incêndio e a importância de preservarmos o meio ambiente. Em cena o Dr. Sabe Tudo, a Dra. Explica Tudo e o Dr. Questiona Tudo utilizam o cordel para

apresentar o tema a ser explorado a cada apresentação, de forma leve e divertida.

Trata-se de um espetáculo multifuncional que tem uma variedade de possibilidades de composição textual, que é trabalhado a cada tema escolhido. Com a característica da comédia Dell’Art, a peça pode trazer para a cena assuntos como: conscientização e preservação do meio ambiente, folclore brasileiro com suas lendas, fatos históricos como dia do indio, independência do Brasil, semana da água, etc. 

Claudinei de Souza assina a dramaturgia e direção do espetáculo que tem no elenco Barbara Pavione e Leo Coessens do grupo Coletivo Aberto, Didi Peres do grupo Farroupilha, Roberto Iokel do Grupo Rizona. 

WORKSHOPS 

Além das apresentações do espetáculo o projeto leva também para a cidades que serão visitadas quatro workshops: danças urbanas, jogos cênicos, maquiagem e contação de histórias. O workshop de dança urbana é ministrado por Sílvio Martins, da Núcleo de Dança. Jogos cênicos é ministrado por Bárbara Pavione, Roberto Yokel e Claudinei de Souza. Rômulo Amaral é o responsável pela oficina de maquiagem social e artística e a contação de histórias está a cargo de Nancy Nogueira.

Maquiagem: Romulo Amaral Foto Gustavo Lyra

Patrocinado pela Cenibra, utilizando os benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o Ciclo Cênico Arte em Movimento conta apoio do Instituto Cenibra e das Secretarias de Educação e Departamentos de Cultura das prefeituras das cidades visitadas, Aproc – Associação Pró-Cultura de Ipatinga e Grupo Boca de Cena. A realização é de Marilda Lyra e Ministério da Cultura. 

Contatos: Marilda Lyra (31) 99966 4166

Claudinei de Souza (31) 98883 3142

Foto Gustavo Lyra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui