Contém Cultura legenda novos títulos em Libras

254

Cópias de produções audiovisuais cedidas pelo CineDoc com janela com intérprete de Libras serão destinadas ao Contém Cultura do Bugre.

- PUBLICIDADE -

IPATINGA – Mais uma leva de filmes do Contém Cultura acaba de ganhar janela com intérprete na língua brasileira de sinais (Libras). Os títulos vão compor o acervo da terceira unidade do projeto que está sendo instalada na cidade do Bugre.

Entre as obras, estão Ele era um menino feliz – O Menino Maluquinho, 30 anos depois; que conta a história do emblemático personagem do escritor e cartunista Ziraldo, por conta das comemorações de seu 30º aniversário; Zé do Rádio – Ofício consertador de rádio, sobre José de Souza Camargo, que dedicou sua vida a consertar rádios e a celebrar músicas paulistanas de raiz em seu Cantinho da Viola; Sufoco da vida,  que mostra como pacientes psiquiátricos sobrevivem contando com a ajuda da música; Mãos que tocam a vida, sobre luthiers que promovem a metamorfose da madeira à música; e Retratos, que traz histórias de seis travestis que desempenham diferentes atividades profissionais sem vínculo com a prostituição no estado de Pernambuco. A obra tem como foco estimular reflexões sobre os direitos humanos.

Os filmes interpretados em Libras foram cedidos pelo CurtaDoc, uma pareceria celebrada pela proponente do Contém Cultura, Luciana Profiro. “É maravilhoso poder contar com o CurtaDoc, um projeto afinado com os propósitos da nossa sala multicultural, difundir e promover discussões sobre a cultura do documentário” .

Luciana destaca que, garantir acessibilidade das pessoas com deficiência auditiva a ótimos títulos do CurtaDoc completa a satisfação da parceria. “Adotamos o recurso da  Libras para viabilizar a compreensão de conteúdos que merecem ser assimilados por sua relação com temas importantes, como os direitos humanos. Hoje, nosso acervo conta com vários títulos traduzidos”.

INTÉRPRETE

A professora e intérprete de Libras, Kariny Dias Abreu, que responde pela tradução dos filmes do Contém Cultura, explica que, antes de gravar as legendas, ela assiste às obras diversas vezes para entender os conceitos propostos por cada título e selecionar os recursos da língua de sinais que serão empregados. “Esse exercício é fundamental para que a tradução mantenha o que diz os filmes, sem desvirtuar o sentido do que é dito”, destaca Kariny.

Quando vai para o estúdio, gravar as legendas, a professora de Libras conta que já precisa ter em mente todo o roteiro do vídeo. “A tradução simultânea requer muito treino, habilidade para exprimir, por meio das expressões faciais, além dos sinais, as informações que precisam ser comunicadas, além dos sentimentos que vão suscitar. O tecer das narrativas é uma grande responsabilidade”.

Kariny elogia a preocupação do Contém Cultura em elaborar uma programação especial para os surdos. “Essa é uma iniciativa de valorização desse grupo, que ouve o mundo pelas mãos, pelos sinais, pelo que desenham as expressões do intérprete”, sublinha a professora de Libras, que tem graduação na Língua de Sinais, além de certificações “e muita prática de ensino”, completa.

É ótimo garantir aos surdos o direito de acesso ao cinema, um dos principais canais de disseminação de cultura, de educação, de informação. Nossa preocupação com a acessibilidade nos motiva ainda a manter uma rampa na entrada das salas multiculturais e espaço reservado para cadeirantes. Esses equipamentos que tornam viável a participação das pessoas especiais no Contém Cultura favorecem o seu exercício pleno da cidadania.

O Contém Cultura tem como objetivo promover a cultura nacional nas cidades do interior de Minas Gerais, dedicando aos municípios espaços permanentes para a realização de programas ligados aos setores culturais, artísticos e de entretenimento. O projeto é patrocinado pela Cenibra, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui