Copasa mobiliza comunidade para preservar e conservar águas do Vale do Aço com o Pró-Mananciais  

48

 

Programa atuará em Timóteo, Iapu, São João do Oriente, Ipaba, Santana do Paraíso e Belo Oriente, beneficiando cerca de 200 mil pessoas

 

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), por meio do programa Pró-Mananciais, investe em ações diretas para a recuperação de matas e terrenos, além da preservação de nascentes nas cidades de Timóteo, Iapu, São João do Oriente, Ipaba, Santana do Paraíso e Belo Oriente. A iniciativa busca envolver as comunidades, com ações de sensibilização, mobilização e educação ambiental. A Companhia estima que cerca de 200 mil pessoas serão beneficiadas pelo projeto na região. O Programa tem a aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae/MG).

As atividades para cada cidade ainda estão sendo definidas nos levantamentos de diagnósticos locais, realizados pelo Coletivo Local de Meio Ambiente (COLMEIA). Participam do grupo representantes da iniciativa privada e do poder público, entre eles Prefeituras, Emater e Instituto Estadual de Florestas. As ações serão aprovadas pelas comunidades nas Oficinas do Futuro – metodologia que trabalha três eixos para a elaboração de diagnóstico e plano de ações para a preservação dos mananciais: o Muro das Lamentações, que discute os problemas percebidos nas microbacias; a Árvore da Esperança, quando são propostas mudanças e soluções para as dificuldades enfrentadas; e, enfim, o plano de ações a serem implementadas.

Até o momento, Santana do Paraíso, Belo Oriente e Ipaba já formaram o COLMEIA. A partir de agora, os integrantes irão levantar as ações de acordo com as condições de cada município. Iapu já realizou a Oficina do Futuro e Timóteo e São João do Oriente estão em fase de agendamento da atividade.

“Com essa parceria da Copasa, acredito que vamos conseguir preservar a Bacia do Santo Estevão, em Iapu. O trabalho do COLMEIA dá mais força para conquistar os recursos, pois são mais pessoas pensando da mesma forma”, disse Valdiney Rosa de Oliveira, morador de Iapu,

A escolha dos municípios que integram o programa foi feita a partir dos seguintes critérios: escassez hídrica do manancial nos últimos dois anos; população abastecida pelo manancial; iniciativas de recuperação/proteção existentes no município; qualidade da água captada; situação da bacia hidrográfica do manancial; e o tipo de captação utilizada.

Integrante do COLMEIA, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Iapu, Lenilson da Silva, celebra a parceria com a Companhia e o início do projeto no Vale do Aço. “O Pró Mananciais era um trabalho que a gente sonhava em ter aqui. Já tivemos uma reunião e levantamos alguns passos para serem tratados. Esperamos que essa parceria com a Copasa perdure por muitos anos”, afirmou.

A coordenadora do COLMEIA na cidade de Ipaba, Sílvia Lourdes Gonçalves, já aguarda ansiosa os resultados da iniciativa da Copasa. “Ter a oportunidade de participar do Pró-Mananciais é uma experiência muito gratificante, pois nós temos um problema hídrico muito grave dentro do município de Ipaba. Espero que a recuperação das nascentes e o trabalho em conjunto traga grandes benefícios para a nossa comunidade”, disse ela.

De acordo com o Superintendente Operacional do Vale do Aço e Vale do Rio Doce, Albino Campos, a participação dos órgãos públicos e sociedade civil é essencial para o fortalecimento e sucesso do programa. “Com o Pró-Mananciais, a Copasa visa à melhoria da quantidade e da qualidade da água dos mananciais para favorecer a sustentabilidade ambiental, social e econômica da região, além de contribuir para a transformação do Vale do Aço rumo ao desenvolvimento”.

Investimento garantido

Para realizar o projeto nas cidades do Vale do Aço, a Arsae/MG definiu a aplicação  dos recursos na bacia hidrográfica dos mananciais utilizados para captação pela Companhia. A aplicação do investimento ainda será estabelecida pelo COLMEIA em suas etapas de desenvolvimento, seguindo as diretrizes do Programa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui