Covid-19: Ipatinga reduz índices de contaminação em quase 50% 

55

Notificações de casos da doença caíram de 1.372 em junho para 675 em agosto. Leitos de UTI-Covid apresentam menor taxa de ocupação desde o início da pandemia.

 

- PUBLICIDADE -

Os números relacionados à Covid-19 em Ipatinga continuam evidenciando o acerto das medidas pontuais adotadas pela administração municipal como estratégias para reduzir a proliferação do vírus. No último mês, a Secretaria de Saúde apurou 675 notificações de casos de contaminação pelo Coronavírus, contra 1.372 no mês de julho, ou seja, uma redução de 49,2%. Já as internações em leitos de UTI-Covid apresentaram, nesta quarta-feira (1), a menor taxa de ocupação dentro de uma escala consistentemente declinante, dia após dia: 14% ou apenas nove dos 63 leitos disponíveis. 

Os técnicos de saúde do município explicam que “desde que a atual gestão assumiu a administração, em janeiro de 2021, o governo vem atuando dentro de um rigoroso planejamento apoiado em evidências, com suporte de equipes especializadas em diversas frentes. Além de priorizar o reforço da estrutura de atendimento à população com abertura de unidades exclusivas para testagem e consultas, o governo local também investiu na ampliação de leitos, tanto de enfermaria quanto de UTI”, ressaltam.

O prefeito Gustavo Nunes credita os resultados positivos “aos valiosos esforços de toda nossa equipe de governo, que tem trabalhado de maneira organizada, interativa e assertiva para garantir a imunização ampla da sociedade, possibilitando a retomada gradativa da rotina pré-pandemia aos cidadãos ipatinguenses. Reafirmo o compromisso de vacinar a população com toda celeridade que o momento exige, destacando ainda que as medidas de estruturação adotadas na rede de saúde, com foco principal no combate à Covid-19, estão sendo fundamentais para que o município tenha êxito nas ações”, reiterou o chefe do Executivo. 

Avanço da vacinação

Ipatinga é uma das cidades mais avançadas de Minas Gerais em relação à cobertura vacinal com a primeira dose, atingindo 81% da população adulta. Além disso, a cidade é uma das que mais avançam em relação à vacinação geral por idade, em todo o Estado.

O vacinômetro desta quarta-feira (1) apontou que 165.211 pessoas residentes na cidade já receberam a primeira dose de imunizantes. O número de ipatinguenses alcançados com a segunda dose é de 55.844. Outras 4.564 pessoas receberam a dose única.

Novo grupo de adolescentes

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) anunciou nesta terça-feira (31) que está estendendo a aplicação da primeira dose de imunizantes aos adolescentes de 12 a 17 anos com autismo, pessoas com deficiência, síndrome de down e pacientes da diálise. O município já havia anunciado o início da vacinação para adolescentes nesta faixa etária com comorbidades ou imunodeficiências definidas pelo Ministério da Saúde. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui