Diversidade e inclusão na programação do Instituto Usiminas 

12
Olha pra Mim - Rodrigo Zeferino

Valorizar a diversidade e promover a inclusão são premissas que o orientam as atividades do Instituto Usiminas. No mês em que se celebra o Dia Nacional da Consciência Negra (20/11), o Instituto Usiminas dá visibilidade à obra de artistas negros que já passaram pelo Centro Cultural Usiminas e Teatro Zélia Olguin, bem como traz novas atrações para a programação virtual, disponível pelo Facebook e Instagram (@institutousiminas).

 

- PUBLICIDADE -

Amanhã (20/11),  o Em Casa com o Instituto Usiminas apresenta a contação de histórias “Contar e cantar Zumbi e Dandara”, com a atriz e contadora de histórias Fabiana Brasil. No vídeo, a atriz aborda mitos africanos e literatura negra feminina. Toda programação virtual realizada pelo Instituto Usiminas tem o patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

 

Fabiana Brasil.

Ainda nesta sexta (20/11), às 20h,  o Teatro do Centro Cultural Usiminas será palco da Live de encerramento da 1ª Semana de Diversidade e Inclusão da Usiminas, que receberá o show “Irmãos de fé”, dos artistas Douglas Netto e Wemerson Geléia. O evento será transmitido ao vivo pelo Facebook do Instituto Usiminas (https://www.facebook.com/institutousiminas) e canal do  YouTube da Usiminas (youtube.com/usiminasoficial). 

 

Os músicos Douglas Netto e Geléia levam parte da apresentação para Circuito Comunidade – Especial Consciência Negra, aos domingos  do mês de novembro, a bordo do minitrio elétrico. Na próxima edição, ue circula no dia 22/11, das 9h às 11h, os bairros Tiradentes e Vila Celeste vão receber o Circuito Comunidade. 

 

Olha Pra Mim

A diversidade e inclusão também são tema da exposição “Olha Pra Mim”, do fotógrafo pernambucano Thiago Santos, que está exibição na Galeria do Centro Cultural Usiminas e diversos pontos da cidade. Ipatinga é a primeira cidade do interior do país a receber a mostra, que traz cerca de 300 fotos em preto e branco de olhares de pessoas do município e de várias partes do mundo. A exposição é realizada pelo Instituto Usiminas e patrocinada pela Usiminas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

 

A mostra pode ser visitada de terça à a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, das 13h às 19h, com uso de máscaras, mantendo distanciamento de dois metros, além de sempre higienizar as mãos. 

Consciência Negra

No início do mês de novembro, o Em Casa com o Instituto Usiminas trouxe o show virtual “Música com Gilvan de Oliveira”. Em seu vídeo, o compositor apresenta a musicalidade, técnica e emoção que mostram a riqueza, a beleza e a força da música brasileira feita em Minas Gerais. Quem perdeu a primeira apresentação ainda pode curtir o show acessando o IGTV do Instagram do Instituto Usiminas. Gilvan de Oliveira também se apresentou no Centro Cultural Usiminas em 2019.

 

Ainda pelas redes sociais, o Instituto Usiminas apresenta semanalmente algumas Dicas de Leitura com sugestões de títulos da Biblioteca Central de Ideias. Nesta semana, as obras sugeridas foram “Hibisco roxo”, de Chimamanda Ngozi Adichie; “A África recontada para crianças”, de Avani Souza Silva; e “O ódio que você semeia”, de Angie Thomas. Todas trazem temáticas sobre o racismo, preconceito, bem como apresentam a cultura africana com um novo olhar. A Biblioteca Central de Ideias está aberta e os empréstimos dos exemplares para os sócios podem ser feitos presencialmente ou pelo delivery de livros, que segue em funcionamento. 

A Biblioteca  funciona de terça à sexta, das 10h às 19h, e sábados, das 13h às 19h. Informações pelo telefone (31) 3824.3849 ou pelo e-mail bibliotecacentraldeideias@usiminas.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui