Em quatro dias choveu mais da metade do esperado para janeiro em Fabriciano

45

Em apenas quatro dias já choveu mais da metade do esperado para todo o mês em Coronel Fabriciano segundo novo relatório da Defesa Civil Municipal divulgado no final da tarde desta segunda-feira, 27. Desde a última quinta-feira (23) até este domingo (26), já choveu 239 milímetros – 61% do esperado para todo o mês em Fabriciano. A média pluviométrica prevista para janeiro é de 390 milímetros. 

- PUBLICIDADE -

O nível do Rio Piracicaba começou a diminuir e atingiu a marca de 5,37 metros por volta das 17h30 de hoje – a cota de alerta para inundação é de 5,40 metros; acima dos 6,20 metros ocorre o transbordamento. Os dados são do Serviço Geológico do Brasil. O mesmo ocorre com seus afluentes, como o Ribeirão Caladão. A previsão é de chuvas mais brandas para as próximas horas desta segunda-feira. Para terça-feira, 28, são esperados até 21 mm de chuvas conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Conforme dados da Defesa Civil, 189 desalojados ainda estão desalojadas e 128 pessoas já retornaram para suas casas no final da tarde de hoje com auxilio da Prefeitura. Outras três pessoas estão desabrigadas Todas as vítimas estão sendo assistidas integralmente pela Prefeitura de Coronel Fabriciano. A Escola Municipal Boa Vista, no Santa Helena, funciona com abrigo provisório para os desalojados e ponto de apoio para coleta de donativos. aguardam as orientações dos técnicos do município para

Os bairros mais atingidos na cidade foram: Manoel Maia; Dom Helvécio; JK; Surinam; Frederico Ozanam; Judithe Bering; Centro; Santo Antônio; Morro do Carmo; Morada do Vale; São Cristóvão; Santa Terezinha Aldeia do Lago; Santa Vitória dos Cocais; São José dos Cocais; Alipinho; Caladinho; Caladão; Santa Cruz, Córrego Alto, São Domingos, Recanto Verde e Bom Jesus.

Até o momento, houve um registro de uma vítima fatal em decorrência das fortes chuvas. Fábio Damásio, 42 anos, perdeu a vida após adentrar em área alagada nos fundos de sua casa, as margens do Rio Piracicaba, no bairro Mangueiras. 

VIDA É O MAIS IMPORTANTE

As equipes da Prefeitura e da Vina, concessionária da limpeza urbana, continuam com as ações de limpeza, desobstrução de vias e avaliação de danos. A prioridade é atender áreas de risco, com registros de desmoronamentos e alagamentos as margens do Rio Piracicaba e seus afluentes, como o Ribeirão Caladão. O município decretou Situação de Emergência ainda na noite de sábado, 25. 

O prefeito Dr. Marcos Vinicius destaca que a prioridade é a vida. “A principal ajuda neste momento é que as pessoas sigam as orientações do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil e não se coloquem em situações de risco, como permanecer em áreas com risco de desabamento, entrar em áreas alagadas e enfrentar correnteza de córregos e rios durante as cheia”, alerta.

SERVIÇO

Em caso de emergência, o cidadão deve ligar para a Defesa Civil Municipal que atende pelo 199 (plantão) e pelo telefone 3846-7702; Polícia Militar, 190 e Corpo de Bombeiros, 193.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui