Estação Memória é palco da 1ª edição de 2020 do projeto “Reconhecer”

37
O repórter Claudio Salvador, Lélis Costa Silva, médico veterinário e o fotógrafo Sérgio Roberto de Oliveira

O primeiro título de eleitor da cidade de Ipatinga pertence a Alexandrina de Araújo Silva. Conhecida como Dona Lôra, e hoje com 89 anos de idade, ela é então a precursora no exercício da cidadania do voto no município, emancipado em 29 de abril de 1964. Hoje aposentada e representando uma numerosa família, a pioneira foi merecidamente homenageada na manhã desta quarta-feira (29), entre vários outros nomes de expressão da história local, na primeira edição de 2020 do evento “Pausa para uma Prosa”, do projeto “Reconhecer”. A cerimônia foi realizada na Estação Memória Zeza Souto, no Centro, e dá sequência ao projeto de Educação Patrimonial, Bens Tombados e Inventariados intitulado “Conexão Patrimônio”, realizado pela Prefeitura de Ipatinga por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Semcel). 

- PUBLICIDADE -

Atualmente moradora do bairro Iguaçu, e mãe de oito filhos, Alexandrina de Araújo conta que chegou a Ipatinga em 1948, quando o lugar ainda era um distrito de Coronel Fabriciano, com infraestrutura bastante precária. Seu primeiro domicílio foi no Centro, próximo ao antigo cinema. 

“Além de ser a primeira eleitora da nossa cidade, também fui a primeira professora e ministra da eucaristia”, a mulher recorda, com orgulho. “Retornar à Estação Memória, onde por muitos anos lecionei – comenta – é uma honra, ainda mais na condição de homenageada. Agradeço à Administração municipal pela sensibilidade de lembrar com carinho dos primeiros moradores de Ipatinga”. 

“Além da valorização aos aposentados, nossa gestão também faz questão de reconhecer e homenagear todos os pioneiros que tanto fizeram pela nossa cidade e ainda continuam fazendo. Poder resgatar a história desses valorosos personagens nada mais é que trazer à nossa memória a identidade do próprio município”, enfatizou o prefeito Nardyello, que aproveitou a oportunidade para fazer uma exposição de algumas das ações mais importantes que estão sendo realizadas pelo Governo nos últimos meses. 

Reconhecimento 

Além da pioneira Alexandrina, outras 15 pessoas receberam das mãos do prefeito Nardyello Rocha o certificado de reconhecimento e agradecimento por terem contribuído para a construção e evolução da cidade de Ipatinga, através dos anos. 

Lá estavam: Aloés Horst, Albertino Tibil, Aníbal Estevão, Cláudio Antônio Salvador, Darci Monteiro de Souza, Lelio Costa, Francismar Vasconcelos Silva, Ismael Pereira Lima, João de Oliveira, José Nicolau da Costa, Manoela Suely Martins, Odete Monteiro Moreira, Raimundo Serrinha Pereira Chaves, Rita de Alvarenga Drumond e Sérgio Roberto de Oliveira. 

“Para mim é muito gratificante receber esse reconhecimento da comunidade e do poder público, pelo período que contribuí na construção dessa belíssima cidade. Cheguei em 1961 e trabalhei mais de 40 anos na Usiminas. Tenho satisfação em ter ajudado a construir um destacado clube de lazer e esportivo, a Associação Atlética Aciaria”, lembrou o pioneiro Aníbal Estevão.

Ainda dentro do projeto “Pausa para uma Prosa” e dando sequência a mais uma edição do “Reconhecer”, os próximos certificados serão entregues no dia 20 de fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui