Governador garante a prefeitos da região normalização de repasses constitucionais

165
Zambaldi, Hercílio Diniz, Sanzio, Zema, Nardyello e José Carlos: na Aciapi, o governador recebeu o convite para participar da abertura da Expo Usipa, em julho

Durante a longa agenda cumprida pelo governador Romeu Zema (Novo) em Ipatinga, na tarde da última quinta-feira (23), os prefeitos do Vale do Aço tiveram um momento especial para tratar diretamente com ele acerca da gigantesca cifra referente a repasses não realizados pelo Estado e que tem deixado centenas de municípios em dificuldades. Falando em nome dos chefes do Executivo do Colar Metropolitano, o prefeito ipatinguense, Nardyello Rocha, considerou positivo o resultado das conversações. Conforme ele, Zema se comprometeu a retomar o pagamento regular dos recursos constitucionais devidos às cidades, a partir de agora, sem nenhum tipo de retenção.

Referindo-se à enorme dívida deixada pelo governo anterior, conforme avaliou Nardyello, “o melhor de tudo foi ter visto a boa vontade do governador para juntos, municípios e Estado, tirarmos Minas do buraco em que foi colocado”. Ele lembrou que “mesmo o governo atual de Minas Gerais deixou pendentes recursos devidos às cidades nos meses de janeiro, fevereiro e março, entre eles repasses do Pro-Hosp, que fizeram agravar ainda mais as retenções na saúde”. Apenas em Ipatinga, estes valores retidos na Saúde já chegam a mais de R$ 90 milhões, ressaltou.

O bate-papo do governador com empresários locais foi bastante concorrido
- PUBLICIDADE -

Um acordo judicial está sendo firmado entre os municípios e o atual governo do Estado para que as dívidas do governo anterior – de cerca de R$ 12,3 bilhões – e também as do governo atual – em torno de R$ 1 bilhão – possam ser quitadas a partir de janeiro de 2020.

Simplificação tributária

Outra boa notícia trazida pelo governador, conforme o prefeito de Ipatinga, é que ele deixou clara a possibilidade de fazer uma simplificação tributária em médio prazo. “Nós sabemos que neste momento seria uma utopia acreditar que o governo venha a reduzir impostos, já que mais do que nunca ele precisa de receita, mas acreditamos que agirá nesse sentido a partir do momento em que as dívidas forem saneadas”, pontuou.

A simplificação tributária, como observou o Executivo ipatinguense, significa maior facilidade para a abertura de empresas, com a simplificação de licenças ambientais, por exemplo, “algo que deve ser comemorado, porque é muito importante para a geração de empregos e renda de que tanto o país tem carecido nos últimos tempos”.

Em encontro reservado com o governador, o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, cobrou em nome dos Executivos do Colar Metropolitano a regularização dos repasses atuais do Estado em sua totalidade

Hospital

A primeira agenda que o governador de Minas e assessores cumpriram na cidade de Ipatinga, nesta sexta, foi uma visita ao Hospital Márcio Cunha, ao lado do prefeito Nardyello Rocha e da superintendente do HMC, Thatiane Oliver Ticom. Zema conheceu algumas das principais dependências da unidade e em seguida concedeu uma entrevista coletiva, na qual reconheceu que a Fundação São Francisco Xavier é referência não só para a região do Vale do Aço, mas todo o Estado.

Agência Metropolitana

Sempre tendo o prefeito de Ipatinga como anfitrião, após deixar o HMC o governador se dirigiu à Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço, para uma reunião específica com mandatários do Colar Metropolitano. Na ocasião, Nardyello lembrou o compromisso firmado por Zema de cumprir com os repasses constitucionais dos municípios em sua totalidade. “Nós, prefeitos, estamos vivendo o impacto do sucateamento dos municípios que foi feito pelo governo anterior. O mais importante é que o senhor governador já acenou com a retomada dos repasses. É impossível governar as nossas cidades sem esses recursos”, frisou Rocha.

Nardyello aproveitou ainda o momento para lembrar ao governador Romeu Zema sobre a importância de manter em dia o convênio do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG) com o HMC.

“A nossa preocupação é grande quanto a isso. O Márcio Cunha parou de atender os beneficiários, que são mais de 30 mil na cidade. Existe uma dívida de pouco mais de R$ 5 milhões a ser saldada. A garantia do governo de que irá manter o pagamento do convênio em dia nos dá a certeza de que o hospital não irá suspender a assistência aos conveniados”, enfatizou o prefeito.

Aciapi

No final do dia, em companhia do presidente da Usipa, Sanzio Ferreira Prado de Figueiredo, o prefeito de Ipatinga aproveitou ainda a visita do governador para convidá-lo a participar da abertura da 31ª Expo Usipa, promovida pela associação esportiva e recreativa, que acontecerá em 24 de julho. A formalização do convite foi feita em um encontro reservado com as presenças também dos presidentes da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Cláudio Zambaldi e José Carlos Alvarenga, respectivamente. Logo após, Romeu Zema subiu ao auditório das entidades em companhia das autoridades para um bate-papo com empresários locais, onde abordou a questão da simplificação tributária.

Os contatos do governador nesta sexta-feira, em Ipatinga, foram acompanhados de perto também pelo recém-eleito deputado federal Hercílio Diniz (MDB), e o deputado estadual Coronel Sandro Lúcio Fonseca (PSL).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui