Hospital Dr. José Maria Morais recebe fiscalização do Secretário Municipal de Saúde

107

O Secretário de Governança da Saúde, Ricardo Cacau Melo, fez nessa quinta-feira, 2 de janeiro, uma visita não agendada ao Hospital Dr. José Maria Morais para fiscalizar o atendimento e a prestação de serviços da unidade. 

- PUBLICIDADE -

O hospital, que possui 60 leitos, sendo 10 de UTI, teve grande fluxo de pessoas durante os feriados do Natal e Ano Novo com mais de 70% de taxa de ocupação. A urgência e emergência receberam dezenas de pacientes graves no período com ótima resolutividade tanto no pronto atendimento como na Unidade de Terapia Intensiva, UTI. 

O diretor técnico do hospital, Dr. Élcio Antunes, informou que o hospital vem conseguindo manter índices muito satisfatórios de atendimento com tempo de espera comparado ao dos melhores hospitais públicos do País. Segundo Antunes, mesmo no período de festas quem procurou o hospital recebeu atendimento digno e humanitário não sendo registrada nenhuma intercorrência. 

Cacau conferiu todas as alas do hospital e conversou com os pacientes e acompanhantes. Dona Clemilda, que acompanha a mãe de 89 anos, relatou que a idosa foi socorrida ao hospital após sofrer uma fratura grave no pé esquerdo. Segundo a dona de casa, todos os procedimentos médicos foram feitos e que a mãe já se sente segura e feliz. O metalúrgico André estava no Box de Urgência com a filha de 5 anos, que teve uma queda. Ficou mais tranquilo ao saber que a criança não havia sofrido nenhum dano neurológico nem físico. 

O secretário conferiu a escala de plantonistas e o andamento das obras de cobertura da Unidade Alimentar e Nutricional, UAN, onde funciona o restaurante. “Estamos satisfeitos de ver que o investimento feito pelo Prefeito Marcos Vinicius está indo muito bem. Mantemos o hospital aberto, apesar das dificuldades e a equipe que trabalha nele vem cuidando da saúde da população com responsabilidade”, disse. 

QUALIDADE NO ACOLHIMENTO

O secretário esclareceu que a visita é parte do plano de gestão da saúde que visa aferir a qualidade do acolhimento, do trato no dia-a-dia, da humanização e da estrutura. Segundo Cacau, o sistema de saúde do município mudou completamente nos últimos três anos, passando de um modelo básico de prestação de serviços para um modelo pleno bem mais evoluído, oferecendo mais atendimentos de média complexidade e cirurgias eletivas, que antes eram encaminhados à capital ou cidades até menores que Coronel Fabriciano, como Tarumirim. 

“Havia uma “vazio hospitalar”, ou seja, eram casos que não podiam ser atendidos aqui por que não tinha profissional nem capacidade técnica. Agora, não. O Hospital Dr. José Maria Morais acabou com o problema. Além das cirurgias, hoje oferecemos atendimento pediátrico 24 horas e nenhuma mãe precisa ir mais para outra cidade”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui