Index: Faturamento real avança pelo segundo mês consecutivo

17

 Cenário mais favorável ao consumo deve contribuir para aquecimento da atividade industrial

- PUBLICIDADE -

A pesquisa Indicadores Industriais (Index) de setembro, realizada pela Gerência de Estudos Econômicos da FIEMG, registrou expansão na maioria dos índices, frente a agosto. O faturamento da Indústria Geral (Indústria de Transformação + Indústria Extrativa) avançou pelo segundo mês seguido, puxado pela Indústria de Transformação. O índice geral de emprego mostrou pequeno aumento e ocorreram elevações na massa salarial e no rendimento médio da Indústria Geral. Por outro lado, as horas trabalhadas na produção recuaram, em decorrência das quedas nos dois segmentos da indústria.

De janeiro a setembro, os indicadores da Indústria Geral mostraram, em sua maioria, desempenho superior ao do mesmo período de 2018. O emprego voltou a crescer – o que não ocorria desde 2013 – influenciando o avanço da massa salarial. Os índices de horas trabalhadas na produção e rendimento médio real, apesar de seguirem negativos, registraram quedas menos intensas que as de 2018. Apenas o faturamento real apresentou resultado pior, explicado pelos recuos nas indústrias de Transformação e, especialmente, na Extrativa Mineral, prejudicada pelas paralisações parciais no setor.

O último trimestre de 2019 apresenta boas perspectivas para a indústria mineira. A liberação de recursos do FGTS, a redução dos juros, o maior acesso ao crédito e o avanço gradual do mercado de trabalho contribuem para um cenário mais favorável ao consumo e para um melhor desempenho da atividade econômica.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui