Ipatinga inicia nova etapa de vistoria de veículos escolares

175

Atualmente 270 vans escolares estão regularizadas, mantendo o seu credenciamento em dia com a Prefeitura de Ipatinga.

Teve início nesta segunda-feira (01), pela através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), a segunda etapa da vistoria para credenciamento de vans e ônibus escolares no município. A ação será realizada até o dia 31 de outubro, das 8h às 10h30, no pátio da Suplan, no bairro Cidade Nobre.

- PUBLICIDADE -

Segundo o gerente da Seção de Transportes Especiais e Coletivos (Setrec), Hermelindo Dias, atualmente 270 vans escolares estão regularizadas, mantendo o credenciamento em dia com a Prefeitura de Ipatinga.

“Duas vezes ao ano, o poder público realiza a inspeção destes veículos. São verificados itens obrigatórios de segurança como parte elétrica, mecânica, pneus, tacógrafo, cinto de segurança, entre outros. Alertamos os condutores de que nesta fase do credenciamento já é exigida a câmera de ré e frontal instalada, conforme a Resolução 504/2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Todas essas ações realizadas pela administração municipal visa, sobretudo, garantir que o transporte das crianças seja realizado dentro dos critérios de segurança”, enfatiza.

 Condutor Alan Sidney (Copy)

Condutor de van escolar há três anos e atento às exigências, Alan Sidney, do bairro Planalto, entende que “andar com as vistorias e os documentos atualizados reforça a qualidade do nosso trabalho, além de comprovar para os pais e professores quem são os condutores que prezam pela segurança das crianças. É muito importante assegurar isto às famílias e a comunidade escolar”, destacou.

Alerta aos condutores

O fiscal de postura da Prefeitura de Ipatinga, Domingos Sávio, alerta também sobre a importância do uso de vestimentas e calçados adequados no transporte dos passageiros.

“É sempre bom alertar os condutores quanto à proibição de dirigir usando calçados como chinelos e tamancos, que não estejam firmes nos pés ou que comprometam o uso do freio, da embreagem ou do acelerador, como prevê o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro. A infração é considerada média e gera multa com valor de R$ 130, além de quatro pontos na carteira de habilitação. As fiscalizações acontecem e é importante observar esse cuidado”, detalha.  

A partir de novembro, os escolares que não estiverem credenciados estarão sujeitos a multa, assim como retenção do veículo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3829-8529.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui