Ipatinga: Saúde recebe doação de aparelho de ultrassonografia digital

23

Com a chegada do novo equipamento, município deverá realizar 384 exames a cada mês

Um novo reforço para a área da Saúde resultará em mais agilidade na realização de exames de ultrassom na rede pública de Ipatinga. Na tarde desta quarta-feira (7), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), entidade que administra o Hospital Márcio Cunha (HMC), a doação de um aparelho de Ultrassom Doppler Colorido Digital. O evento que marcou a entrega do equipamento ocorreu na Policlínica Municipal, no bairro Cidade Nobre, onde é realizado, no serviço público, o exame especializado para a população. Estiveram presentes a atual secretária de Saúde de Ipatinga, Claudiana Azevedo, as representantes da FSFX, Mônica Gonçalves e Taís Araujo, e o vereador Ademir Cláudio, além de técnicos da área e líderes comunitários.

Demanda reprimida

Mensalmente, 240 munícipes realizam seus exames de ultrassom na rede pública de Saúde de Ipatinga. Os registram mostram que, somente de 2016, mais de 10.600 usuários aguardam serem chamados para a realização desses exames. Com a chegada do novo aparelho, a Secretaria Municipal de Saúde espera ampliar para 384 exames/mês.

Para a secretária Claudiana Azevedo, “não poderia ter vindo em hora melhor a doação do novo equipamento, uma vez que a Policlínica Municipal está com seu aparelho de ultrassom em manutenção. As parcerias firmadas em prol do município geram benefícios importantes para a nossa população, além de fortalecermos os trabalhos com a FSFX e com os vereadores da nossa cidade”, destaca. A secretária também deu crédito ao deputado Federal Eros Biondini e ao vereador Ademir Cláudio pela conquista do equipamento.

Precisão e versatilidade

Em sua fala, a gerente de Apoio e Diagnóstico da FSFX, Taís Araujo, destacou que “o aparelho de Ultrassom HD7 possibilita um resultado de imagem com alta resolução, o que assegura um diagnóstico preciso, facilitando a prevenção às doenças e/ou garantindo melhor tratamento”.

Ainda segundo a gerente, os exames realizados com utilização do aparelho duram 15 minutos e podem ser feitas verificações de mama e abdômen, biópsias, Doppler de membros, entre outros. “O próximo passo para o município será treinar os profissionais para garantir maior vida útil ao equipamento”, adiantou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui