Ipatinga sedia em dezembro o 1º Encontro da Cultura Libanesa

298

Os representantes da Associação e o prefeito Nardyello Rocha posam com as respectivas bandeiras do Brasil, do município de Ipatinga e do Líbano 

- PUBLICIDADE -

No Brasil, a presença de libaneses já é maior que a própria população do Líbano. Evento reforçará a cultura do país, por meio de dança, música e gastronomia.

Ipatinga sediará no dia 8 de dezembro o 1º Encontro da Cultura Libanesa na região do Vale do Aço. Pioneiros no estado de Minas Gerais, os representantes da Associação Cultural Líbano Brasileira visitaram na tarde de terça-feira (13) o prefeito Nardyello Rocha para a entrega oficial do convite do evento, que será realizado no Hotel San Diego, no bairro Horto, a partir das 20h.

O prefeito Nardyello Rocha recebe do presidente da Associação Cultural Líbano Brasileira o convite oficial para o evento (Copy)

O prefeito Nardyello Rocha recebe do presidente da Associação Cultural Líbano Brasileira o convite oficial para o evento 

Durante o encontro será constituída a primeira diretoria da Associação Cultural, que terá sede no município. A entidade será composta por descendentes libaneses que vivem em Ipatinga. O público poderá conhecer também, na ocasião, um pouco da cultura do país, por meio de música, dança e gastronomia. O encontro terá entrada franca.

O presidente da

, Sérgio Moreira, destacou: “Como representante desta nação, queremos gerar prosperidade ao Brasil e aos países que nos aceitaram como imigrantes, sem perdermos o amor pela nossa pátria-mãe. Por isso, temos como missão ser referência da cultura na região, além de auxiliar pessoas interessadas no processo de descobrir seus antepassados para a conquista da dupla cidadania”, enfatizou.  

Em todo o estado de Minas Gerais vivem atualmente cerca de 100 famílias de descendência libanesa. Em Ipatinga, esse número chega a 20.

Willian Saliba é filho de libanês e vice-presidente da Associação Cultural Líbano Brasileira. Um dos organizadores da iniciativa, ele destacou o valor cultural que o encontro proporcionará à região ao entrar no calendário de eventos do município.   

“Assim como a colônia japonesa, a colônia italiana, nós queremos evidenciar os valores e as riquezas que os libaneses geram em nossa região”. Atualmente, a comunidade libanesa no Brasil é maior que a população do Líbano. São quase 10 milhões de libaneses e descendentes em território brasileiro, contra seis milhões que vivem no país de origem.

Sentindo-se grato pela visita e convite, o prefeito Nardyello Rocha reforçou o compromisso do seu governo de “sempre apoiar e promover eventos culturais, esportivos e turísticos visando o fortalecimento da economia local”.

A gerente geral do Hotel San Diego em Ipatinga, Márcia Faioli, também participou da reunião no gabinete do Executivo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui