Leilão de bens da PMI é aberto para visitação nesta quinta-feira

176

OS itens estão organizados em 20 lotes expostos no galpão da Seção de Patrimônio da Secretaria Municipal de Administração

- PUBLICIDADE -

CRÉDITOS: SECOM/PMI

O público que se interessar em conhecer de perto os lotes dos diversos equipamentos e móveis do Patrimônio Público da Prefeitura de Ipatinga, que hoje são inservíveis ao serviço público e estarão indo a leilão, poderá visitar o local a partir desta quinta-feira (3), de 8h30 às 10h30 e de 14h às 16 horas. As visitas estarão abertas ainda na sexta-feira (4) e também na segunda, nos mesmos horários.

Os bens foram distribuídos em 20 lotes. O leilão acontece na próxima terça-feira (8), às 10h, no galpão da Seção de Patrimônio da Secretaria Municipal de Administração (SMA), que fica na avenida Getúlio Vargas, 910, bairro Caravelas.

O leilão se dá em conformidade com a Lei Federal 8.666/93 e atualizações posteriores no Decreto 21.981/32, seguindo instruções normativas previstas no Edital disponível no site da Prefeitura (www.ipatinga.mg.gov.br/Licitações). É aberto a pessoas físicas e jurídicas. Os interessados também têm acesso às fotos dos lotes através do site www.gpleiloes.com.br.

Itens para leilão no Galpão de patrimonio da SMA 1 (Copy)

Algumas pessoas já manifestaram interesse no arremate dos bens, que são bastante diversificados. Há cadeiras escolares e materiais da área de educação em geral, armários, fogões, TVs, equipamentos de saúde, além de sucatas de materiais elétricos e eletrônicos, entre outros. Dada a necessidade natural de atualização, todos os materiais foram substituídos no serviço público por versões modernas.

Durante a visitação é permitida exclusivamente a avaliação visual dos lotes, sendo vedados quaisquer outros procedimentos como manuseio, experimentação e retirada de peças.

Os bens estão alienados no estado em que se encontram, não cabendo ao município qualquer responsabilidade quanto a reformas, reparos ou providências referentes a eventuais defeitos. Competem ao arrematante todos os ônus decorrentes, de forma única e exclusiva, assim como o transporte do bem adquirido no leilão.

O objetivo da hasta pública é dar destinação correta aos bens que estão em desuso ou obsoletos, não servindo mais às finalidades para as quais foram adquiridos. O leilão deve ainda gerar recursos para o município, além de otimizar o espaço do galpão da Seção de Patrimônio da SMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui