Menino autista de 5 anos recebe título de Mister Kids Coronel Fabriciano Estrada Real 2020

23

Inclusão é palavra de ordem no concurso; Pietro Gabriel recebeu o título durante uma live via Instagram

- PUBLICIDADE -

O pequeno Pietro Gabriel, de 5 anos, é o primeiro garoto autista a receber um título em um concurso de beleza. Ele agora é o Mister Kids Coronel Fabriciano Estrada Real 2020. Pietro recebeu a faixa da Miss Estrada Real CNB, Ana Luíza Oliveira, durante uma live transmitida no Instagram oficial do concurso @missestradarealcnb.

Pietro Gabriel foi diagnosticado com autismo com um ano e três meses de idade. Desde então, ele faz acompanhamento médico e vem se desenvolvendo a cada dia. Hoje, ele estuda na Escola Municipal Dom Lelis Lara em Coronel Fabriciano. Zildilene da Silva Souza, mãe do Pietro, orgulhosa pelo título, falou sobre a conquista do filho. “Esse título representa mais uma das lutas e vitórias do Pietro. Nós estamos muito felizes por ele. Ele é um menino batalhador e, acima de tudo, um vencedor”, declara. 

Kleber Figueiredo, organizador do concurso, afirma que esse título marcará a história de Pietro e também de outras crianças que serão inspiradas por ele. “A iniciativa do grupo Estrada Real de Beleza em eleger o primeiro Mister Kids Autista do Brasil, é uma oportunidade para valorização e inclusão de crianças especiais em concursos de beleza. Nosso desejo é que outras crianças possam seguir o nosso exemplo, pois, a beleza é muito mais que um corpo perfeito, ou um rosto bonito”, afirma. 

O concurso

A categoria Kids do Concurso Estrada Real 2020 não trabalha com competição entre as crianças. Assim, a direção preza por valorizar, prestigiar, promover e cuidar da saúde psicológica dos candidatos, trabalhando a auto estima de cada um, respeitando o momento que estamos passando e a faixa etária que eles estão vivendo. Esse é o primeiro concurso de beleza que visa a inclusão elegendo o Pietro que é portador de autismo.

Lei Romeo Mion

Em janeiro deste ano, foi sancionada a Lei 13.977/20, batizada de Lei Romeo Mion, em homenagem ao filho do apresentador Marcos Mion, que ampliou a Lei 12.764/2012 (Lei Berenice Piana) e criou a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

De expedição gratuita, a Ciptea assegura atenção integral, pronto atendimento e prioridade no atendimento e no acesso aos serviços públicos e privados, em especial nas áreas da saúde, educação e assistência social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui