Mulheres Empreendedoras finalizam ciclo de aulas online

37

Aulas foram concluídas e tiveram como objetivo atender à ala feminina dedicada a empreendimentos

A participação das mulheres nos negócios aumenta consideravelmente a cada ano. Com isso, a Fundação Aperam Acesita, juntamente com a Junior Achievement de Minas Gerais (JAMG), desenvolveu durante os meses de novembro e dezembro o programa Mulheres Empreendedoras, em Timóteo. A iniciativa é voltada para mulheres que desejam empreender ou que já possuam um negócio, orientando no processo de tomada de decisões e riscos, promovendo, tanto o benefício próprio das empresárias, quanto para a comunidade em que residem.

- PUBLICIDADE -

“Ao participar do programa, as mulheres têm a oportunidade de se capacitar em conteúdos pensados especialmente para a gestão de negócios, além de ter o contato com outras empreendedoras e se conectar com elas de uma forma pessoal e profissional. Tal conexão traz o sentimento de pertencimento e as encoraja para seguir em frente”, observa a gestora de projetos da JAMG, Bruna Dolabella.

Devido à pandemia, o programa foi adaptado para o ambiente virtual. “Trazer a experiência do presencial foi um grande desafio, visto que o Mulheres Empreendedoras é baseado principalmente na troca entre as participantes. Dessa forma, pensamos nos seguintes pilares que nortearam essa adequação: Conteúdo, Networking e Conexão”, destaca a gestora.

Entre as participantes do projeto, está a artesã Elaine Cristina Gonçalves de Castro. A empreendedora desenvolve jogos americanos, guardanapos, porta guardanapos, entre outras peças que integram jogos de jantar. Nascida em uma família de sete irmãos, Elaine sempre marcava presença em eventos da família ao colocar a mesa para os convidados. “Eu era e sou convidada para montar as mesas postas com muito amor, carinho e simplicidade. E foi assim, desse momento com a minha família, que surgiu o meu empreendimento, que nasceu com propósito: sob o lema: “nos lares, o nosso coração se forma, mas é na mesa que ele se conecta”, pontua a artesã.

De acordo com Elaine, o curso veio a agregar, tanto no campo da gestão, quanto no de networking. “Tivemos acesso a um conteúdo muito rico e precioso, que abriu a minha mente como empreendedora. Percebi que eu não estou sozinha, que há outras mulheres que passam pelas mesmas questões que eu estou enfrentando. Que juntas nós possamos apoiar umas às outras, e fortalecer o nosso negócio”, sublinha.

As aulas contaram com duas mentoras voluntárias. Juliana Hott, conduziu duas turmas do Mulheres Empreendedoras. A primeira foi com mulheres no Vale do Jequitinhonha, e agora, realizou atividades juntamente com as alunas do Vale do Aço. Para Juliana, a ação é muito prazerosa, pois ela colabora com mulheres que buscam uma vida com mais autonomia. “É muito bom poder contribuir para um programa que tem um propósito muito bacana, que é ajudar as mulheres empreendedoras. Mulheres que querem ter sua independência financeira, que querem ter seu próprio negócio, de forma que elas possam conciliar seu lado empreendedor com as atividades domésticas.Com intuito de empodera-las sobre as suas capacidades, de dar valor ao seu trabalho”, conclui.

Para o Presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino, o curso foi uma ponte para o fortalecimento do empreendedorismo local. “Por meio do Mulheres Empreendedoras, realçamos a importância de capacitar para estimular novas iniciativas, em prol de progressos no desenvolvimento local”, finaliza.

Junior Achievement Minas Gerais

A Junior Achievement Minas Gerais é uma organização que oferece programas de empreendedorismo para crianças e jovens do Estado. Hoje, a JAMG trabalha para preparar os jovens para o futuro do trabalho por meio de programas de empreendedorismo, educação financeira e preparação para o mercado de trabalho.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui