Instituto do Inox oferece minicursos dentro da programação da Expo Inox

19
Durante as capacitações voltadas à trabalhabilidade do inox, foram desenvolvidos mini cursos específicos.

Aconteceu na última semana uma série de capacitações no Instituto do Inox, integrando a programação da Expo Inox.

Durante as capacitações voltadas à trabalhabilidade do inox, foram desenvolvidos mini cursos específicos: Oficina de Práticas de Acabamento dos Aços Inoxidáveis, Corte e dobra do inox, Soldagem TIG e MIG, Etapas de fabricação tonel para processo cerveja artesanal e processo de fabricação de letra em caixa. As oficinas foram um meio prático e rápido de compartilhamento de informações e parâmetros capazes de influenciar na qualidade do produto final e no custo do processo.

Durante as capacitações, o Instituto do Inox contou com a participação de pessoas de diversas partes do Brasil, desde estudantes a empresários do Rio Grande do Sul ao Amapá, entre outros outros estados. Um grupo de  alunos participantes vieram da cidade de Santo Antônio de Jesus (BA). A abertura de vagas para esse grupo do Nordeste foi motivada pelo empresário Franco Augusto. Dono de uma serraria, o empresário viu no curso uma oportunidade de os jovens aprenderem mais sobre o inox em um tempo curto, em uma semana inteira dedicada ao segmento. “Sempre que surge alguma oportunidade de aprender novas técnicas, eu levo toda a minha turma para aprender junto comigo. Hoje, vieram meu filho, minha esposa e dois funcionários da minha empresa. Para nós, essa é uma semana muito proveitosa, de grandes aprendizados”, destacou Franco.

O administrador Thiago Vale, filho que acompanha Franco no evento, sempre trabalhou com seu pai. Para ele, mesmo atuando na administração da empresa, é importante desenvolver habilidades requeridas por outros setores. “No curso, assimilamos conhecimentos sobre novos materiais e técnicas que, até então, eram desconhecidas por nós. Sem dúvida, esse curso veio agregar muito e potencializar a nossa capacidade de exercer melhor a nossa profissão”, comentou Thiago.

“Muito mais que oferecer uma contribuição técnica para a profissionalização, o Instituto do Inox busca fomentar a economia da região do Vale do Aço e de outras regiões do Brasil com capacitações voltadas para os setores focados no emprego do aço inox”, pontuou o coordenador de projetos da Fundação Aperam Acesita, Fabiano Sousa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui