O esporte transformando vidas e comunidades 

123

 Subtitulo: Com patrocínio da Cenibra, Projeto Cidade Olímpica do Ajudôu.Org chega a mais quatro cidades de Minas Gerais. 

  Transformar os jovens em verdadeiros e saudáveis cidadãos por meio do Esporte. Essa é missão do Ajudôu.Org e que vai impactar a vida de mais 500 jovens em quatro cidades de Minas Gerais. Com o patrocínio da Cenibra e apoio do Instituto Cenibra, a ONG passa a atuar com o novo Projeto Cidade Olímpica em Ipaba (vôlei), Pingo D’água (futsal e basquete), Bela Vista de Minas ( futsal e basquete) e Peçanha ( judô). 

- PUBLICIDADE -

 

 O projeto social é  incentivado pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, apoio das prefeituras municipais e realização do Ajudôu.Org. As aulas são 100% gratuitas para todos os alunos beneficiados, que também recebem uniformes, quimonos e bolas novinhas para a prática dos esportes. 

 O Ajudôu e a Cenibra trabalham juntos há 6 anos. É uma parceria sólida que   transforma comunidades em um processo que começa nas crianças e impacta toda a família. “Na luta pela inclusão, todo mundo ganha. Entrar numa comunidade e ver o sorriso dos pais e das crianças é o que nos move. O projeto social Cidade Olímpica vai contribuir para a saúde e a criação de vínculo dessas crianças nas áreas de atuação da Cenibra”, destaca Júlio César Lana Jaques, fundador e gestor de captação do Ajudôu.

 De acordo com o Instituto CENIBRA, proporcionar acesso ao esporte para crianças e adolescentes é investir no desenvolvimento humano de forma assertiva. As parcerias com entidades sérias e responsáveis, como o Ajudôu, consolidam a excelência do “Nosso Olhar Social”, um olhar que integra e aproxima pessoas por um mundo melhor.“Peçanha não tinha nenhuma atividade esportiva gratuita para as crianças, principalmente as meninas. Esse projeto abrange meninos e meninas e isso dá um significado de inclusão, integração e igualdade de gênero sem igual na cidade”, afirma Ivone Brandão, moradora de Peçanha e Representante do Instituto Cenibra.

 Para que a parceria entre a iniciativa privada, Governo Federal e o terceiro setor alcance o sucesso, os municípios contemplados têm um papel fundamental neste procedimento. Os gestores municipais sabem suas necessidades e como remediá-las, contudo, muitas vezes falta verba e mão de obra qualificada. Lulude, Secretária de Educação, Cultura e Esporte de Peçanha, encontrou no Cidade Olímpica a chance de oferecer aulas gratuitas de judô para as crianças da cidade. “O judô trabalha mente e corpo e precisamos de mentes pensantes. Um projeto de judô como este a prefeitura não conseguiria disponibilizar para a população. Só conseguimos por causa da iniciativa pública, privada e do terceiro setor. Agradeço a Cenibra e ao Ajudôu por contribuir com a educação dos nossos jovens”, conta a secretária.

 Em Peçanha, umas das famílias beneficiadas é a de Fátima Conceição Santos, dona de casa em Peçanha. Seu filho, Kaiky Santos, 9 anos, é um dos 125 novos judocas na cidade de 17 545 habitantes. “Estou achando ótimo meu filho fazer judô. Logo que fiquei sabendo do projeto eu fiz a inscrição dele. Essa aula é ótima para ele ter mais disciplina e ficar mais desinibido. Além disso, ele faz muitos amigos. Toda comunidade ganha com isso”, conta Fátima, com aquele sorriso de satisfação no rosto. 

 Os jovens também compartilham da mesma opinião dos pais. Sarah Katherine, 12 anos, é goleira de futsal do Cidade Olímpica de Pingo D’água. Ela encontrou no projeto patrocinado pela Cenibra a oportunidade de praticar um esporte orientada por um professor. “Antes, aqui em Pingo D’água, não tinha nenhum outro projeto com os exercícios de futsal como o professor ensina. Eu sempre quis aprender e não tinha onde. Agora, eu tenho. Também gosto do uniforme, é muito bonito”, declara Sarah. Pelo visto deve ser uma ótima goleira, pois agarra com convicção grandes oportunidades. 

 Eventos/Aulas inaugurais do Cidade Olímpica 

 No último sábado (09/11), aconteceram as aulas inaugurais do Projeto Cidade Olímpica II em Pingo D’água e Ipaba. Nesta terça-feira (13), foi a vez da comunidade de Peçanha receber a os quimonos e camisa. A aula inaugural de Bela vista de Minas está agendada para 21 de novembro. O jovem que quiser participar do projeto deve procurar as Secretaria Municipal de Educação e Esporte da sua cidade e se matricular. Caso não tenha vaga, deixe o nome na lista de espera. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui