Obras relacionadas à inclusão animam sala de cinema do Contém Cultura, em Pingo D´Água

13

PINGO D´ÁGUA – O filme Colegas, de Marcelo Galvão, foi a atração da tarde de domingo do Contém Cultura. A sessão, bem concorrida, promoveu muitas risadas. Colegas conta a história de amigos portadores de síndrome de Down que decidem fugir em um carro do jardineiro até que são pegos pela polícia.

A agente cultural do projeto em Pingo D´Água, Vitória Carolina, comentou sobre a ótima aceitação do filme. “Além de divertido, Colegas aborda a síndrome de Down de modo leve e caiu na graça do nosso público, alegrou o domingo da turma”.

- PUBLICIDADE -

O estudante João Vitor Malta Martins, 12, conta que gostou muito do filme. Para ele, o Contém Cultura é um projeto importante para desentediar crianças e adolescentes. “Aqui, a gente aprende sobre diversos assuntos e ainda se diverte”.

Em relação à escolha de Colegas para compor a programação de fevereiro, a proponente do Contém, Luciana Profiro, que também participa da curadoria do projeto, destaca que o filme está conectado com o propósito da sala multicultural ser um espaço inclusivo, que estimule reflexões sobre o tema. “Contamos com equipamentos de acessibilidade, como rampa, corrimão, área de cadeirante e, em nosso acervo, possuímos títulos traduzidos em libras. Então, Colegas  veio bem a calhar”.

Outro aspecto positivo da obra considerada por Luciana é o fato de os personagem serem cinéfilos e do filme ser permeado por referências cinematográficas, como Titanic e E o Vento Levou. “Colegas é uma homenagem também à sétima arte”, conclui a proponente.

Os caminhos desconhecidos do mundo da luz, exibido na noite da última quarta-feira, também está relacionado à causa da acessibilidade e inclusão social. “Com tradução em libras, o documentário aborda aspectos da desigualdade social observados durante uma oficina de fotografia ministrada para crianças de comunidades próximas da universidade onde acontece o curso”, explica Luciana.

PROGRAMAÇÃO

No domingo, 16, às 16h, entra em cena Um namorado para minha mulher, que fala sobre um homem que decide arrumar um amante para a sua esposa a fim de se livrar dela.

O drama Maldita coincidência será a atração do dia 19, às 19. A obra retrata o filme de hippies, artistas, poetas e punks, moradores de um casarão que é ocupado por militares no auge da ditadura.

“A escolha desse título é bem pertinente pelo momento que nós brasileiros atravessamos, ameaçados por um sistema que defende a retomada da censura, da ditadura, o que nos assombra com frequência diante das tantas notícias estranhas para quem repudia a falta de liberdade de expressão e quem defende a arte, a cultura”, analisa Luciana Profiro.

Mazzaropi – o lamparina, vai pra telona do Contém no dia 23, às 16h, com a história de caipiras cansados de cidade grande que decidem migrar para o nordeste.

Com Um certo capitão Rodrigo, o Contém de Pingo D´Água encerra a programação deste mês. O filme literário retrata um gaúcho muito admirado por todos que o conhecem.

O Contém Cultura é patrocinado pela Cenibra, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui