Oficina de Arteterapia reúne pessoas de todas as idades no Contém Cultura do Bugre

15
Oficina trabalhou as relações interpessoais e a autoestima dos alunos por meio do artesanato

BUGRE – O Contém Cultura promoveu na tarde da última quinta-feira mais uma oficina de artesanato com o grupo de Arteterapia do Centro de Referência de Assistência Social – Cras que, apesar de atender em sua maioria pessoas de terceira idade, atraiu alunos de várias faixas etárias para a sala multicultural.

“Vimosa aqui três gerações, a avó que veio com a filha e o netinho; avó com netinhos pré-adolescentes; idosas acompanhadas de irmã, sobrinha. Apesar da diferença de idade, houve integração entre os alunos durante as atividades. Então podemos dizer seguramente que essa ação cumpriu fielmente o seu objetivo, fortalecer os vínculos entre as pessoas”, observa a monitora do Cras, Elisângela da Silva Souza.

- PUBLICIDADE -

A  especialistas em neuropsicopedagogia e técnica em assistência social com formação em ABA, Larissa Almeida, explica que a Arteterapia nasceu da associação das teorias de arte e psicologia, utilizando-se de diversas linguagens artísticas como recursos capazes de estimular a reflexão, o autoconhecimento. “A Arteterapia melhora a autoestima e torna as relações interpessoais mais saudáveis, que são necessidades humanas. Nesse sentido, a ação no Contém Cultura se encaixou feito luva, foi desenvolvida nos moldes do que fazemos no Cras”, conta Larissa.

PÁTINA

O Contém Cultura ofereceu a oficina de pátina em MDF, uma técnica que ganhou diversas versões segundo o estilo próprio que cada artesã decidiu revelar. “Algumas pessoas buscaram seguir as instruções da oficineira, reproduzindo arranhões sobre a madeira em cores diferentes da aplicada na base; outras optaram por recriar técnicas e inovar os processos com muita criatividade”, conclui Elisângela.

A coordenadora do Cras, a assistente social Jaqueline Pereira da Silva, que participou da programação, sublinha que a parceria com o Contém Cultura é de grande valor para os beneficiários do Centro. “É fundamental para nós a realização de atividades fora do nosso lugar comum. O grupo de artereapia, além de usufruir de um espaço agradável, climatizado, com acessibilidade, ganhou mais visibilidade na sala multicultural, onde pode ser percebido por mais pessoas a importância do que realizamos no Cras e, agora, aqui também”.

Luciana Profiro, proponente do Contém Cultura,  observa que a ação do Cras no Contém Cultura integra a programação paralela às exibições cinematográficas prevista para ser desenvolvida em todas as unidades do projeto. “Apesar de a exibição de filmes ser a principal atividade das nossas salas culturais, os espaços estão sempre abertos a outras manifestações artísticas, ações sociais e a outros setores, de modo a atender as demandas da comunidade com um espaço confortável, acessível.

O Contém Cultura é patrocinado pela Cenibra, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui