Prefeito fala sobre avanços conquistados e anuncia novas realizações a lideranças

81

A REUNIÃO contou com a participação de aproximadamente 50 pessoas, representando várias regiões e segmentos da sociedade local

- PUBLICIDADE -

Acompanhado do secretário municipal de Governo, Carlos Lima, o prefeito Nardyello Rocha recebeu na manhã desta terça-feira (7), na sala de reuniões de seu gabinete, para um encontro de prestação de contas dos atos do governo e anúncio de novas realizações, líderes de associações de moradores, profissionais liberais, representantes do empresariado e diversos outros segmentos da sociedade. Entre os convidados estavam também o ex-diretor do Colégio Tiradentes e agora oficial da reserva, coronel Laurito Reis, e o ambientalista Henrique Lobo.

Entre várias ações programadas para os próximos meses, o prefeito enfatizou a captação de recursos para o recapeamento de 60 quilômetros de vias na área urbana. Ele explicou as condições vantajosas do financiamento e mencionou ainda os altos custos das recorrentes operações tapa-buracos, que acabam afetando negativamente o orçamento do município. “Como temos pavimentos de mais de 45 anos em grande parte da malha viária, as necessidades de recuperação nos obrigam a consumir diariamente um caminhão e meio de asfalto. Após chuvas mais fortes, chegamos a consumir até três caminhões de asfalto”, exemplificou.

Outras iniciativas do governo, conforme o Executivo, serão a construção de 130 muros de arrimo em várias áreas de risco da cidade, e um amplo trabalho de reestruturação de redes de esgoto que abrangerá os bairros Vila Celeste, Forquilha, Chácaras Madalena e Horto. Ele citou, ainda, os planos para edificação de três novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nos bairros Jardim Panorama, Parque das Águas e Vila Formosa.

O prefeito também enfatizou o processo licitatório em curso para implantação de videocâmeras de monitoramento visando coibir avanços de sinais e fiscalizar as entradas e saídas da cidade, por meio de portais, quanto a veículos roubados ou clonados.

Governo trabalha para viabilizar uma ampla recuperação da malha urbana e melhoria das condições de saneamento básico em várias regiões da cidade, nos próximos meses

Na área da educação, Nardyello chamou a atenção para as revitalizações do Cepai e do Centro Cultural e Esportivo 7 de Outubro, possibilitando o atendimento de 2.200 alunos dos 5.500 que já contam com o benefício da Escola de Tempo Integral, antes limitada a apenas 920 estudantes. Citou também o sistema do diário eletrônico, prestes a ser adotado, que possibilitará a identificação dos alunos presentes e ausentes em sala de aula, com envio de notificações aos pais para melhor acompanhamento dos filhos. “Além disso, já são milhares de estudantes das escolas municipais que têm à disposição chromebooks com a plataforma Google for Education, a mesma que é usada no ENEM dos Estados Unidos”, registrou o prefeito.

O secretário Carlos Lima ressaltou que este já é o terceiro encontro do gênero realizado pelo atual governo, visando estreitar os laços com as representações comunitárias. Ele antecipou que, por orientação do prefeito, outras reuniões deverão ser realizadas especificamente com as associações de moradores, abrangendo os 49 bairros da cidade, distribuídos em nove regionais.

Dificuldades

O maior desafio da administração atual, segundo o prefeito, tem sido estruturar as Unidades Básicas de Saúde, para desafogar a UPA e o Hospital Municipal, numa conjuntura agravada ainda pelo fechamento de hospitais em Bom Jesus do Galho e Caratinga. Para exemplificar as dificuldades, ele disse que o governo federal não tem conseguido suprir com profissionais do País a saída dos cubanos que atuavam no Programa Mais Médicos. Por outro lado, o município lançou um Processo Seletivo para contratar 12 médicos, sendo que apenas dois compareceram e, assim mesmo, já desistiram, por preferirem trabalhar duas vezes por semana em cidades menores a terem que se dedicar a jornadas de 8h diárias em Ipatinga, como é legalmente exigido. “Já identificamos que de 8.500 pacientes/mês recebidos na UPA, pelo menos 3.750 poderiam ser atendidos nas UBSs, por se tratarem de casos de menor gravidade. Contudo, ainda estamos nos debruçando no estudo de soluções para melhorar a qualidade do atendimento nas unidades dos bairros, diante dos obstáculos para contratação de médicos. Apenas nos últimos dias, convocamos para o trabalho 300 novos profissionais, especialmente na área de enfermagem, apesar do novo governo do Estado também continuar sacrificando o nosso orçamento, fazendo retenções milionárias de recursos, como já ocorria na gestão anterior”, detalhou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui