Prefeitura de Ipatinga promove curso “Laboratório de Processo de Tombamento e Inventário Cultural”

156

Desenvolvimento de uma consciência crítica a respeito dos patrimônios históricos e culturais é um dos objetivos da ação, que terá palestra de arquiteta urbanista

- PUBLICIDADE -

Os patrimônios históricos e culturais ajudam a preservar a memória, a tradição e a identidade de um povo. Pensando em propor ações dentro das políticas públicas de proteção, manutenção e preservação dos bens culturais, a Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer promoverá nesta sexta-feira (1), de 13h às 17h, na Estação Qualifica, um curso de formação em “Laboratório de Processo de Tombamento e Inventário Cultural”. Serão ofertadas 40 vagas gratuitas.

O curso visa capacitar técnicos da secretaria de Cultura, Esporte, e Lazer, agentes culturais envolvidos no Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Ipatinga (Comphai), e a comunidade que se interessar pelo tema a ser abordado.

Na oportunidade será discutida a gestão de política pública de preservação do patrimônio, pautada nas normativas que detalham os dois principais instrumentos de preservação de bens culturais: o inventário e o tombamento.

 

Conforme o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Carlos de Oliveira, o curso tem como um dos objetivos desenvolver nos participantes a consciência crítica a respeito da preservação, divulgação e ensino do Patrimônio Cultural como caminho para a construção da cidadania. 

 

“Queremos provocar discussões inovadoras acerca do Patrimônio Cultural, das práticas culturais, lugares da memória, gestão e políticas públicas nos envolvidos no curso. E também apresentar aos interessados como estão sendo feitas a gestão de preservação do Patrimônio Cultural ao longo da história da nossa cidade e como estão sendo utilizadas na prática’, explicou o secretário.

O curso faz parte do serviço previsto em contrato celebrado pela prefeitura com a empresa Espaço Design Arquitetura Cultural. A qualificação será ministrada pela arquiteta urbanista Joana Angélica Oliveira Gonçalves, que atua nas áreas de gestão de processos para preservação de bens culturais, turismo sustentável, e desenvolvimento regional, além de história, geografia, antropologia, ciências sociais e artes.

Ações

Desde o mês de novembro de 2018, os processos de tombamento e inventário dos bens culturais de Ipatinga estão passando por uma fase de atualização, que está sendo realizada por técnicos da empresa Espaço Design Arquitetura Cultural.

Essa ação tem como objetivo a revisão e a complementação de dossiês de bens patrimoniais, conforme orientações do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Cultural do Município de Ipatinga, além de atender as exigências do programa ICMS Cultural, com finalidade de pleitear recurso para investimento nas políticas públicas de patrimônio cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui