Prefeitura realiza ações de estímulo à saúde mental alusivas a campanha Janeiro Branco

205

Integrantes dos grupos ‘Passos Para Saúde’ e ‘Oficina do Corpo’ participaram de uma caminhada de conscientização ao Janeiro Branco

- PUBLICIDADE -

Crédito: Secom / PMI

Atividades foram preparadas pelos profissionais do Núcleo Ampliado em Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-4), voltadas para os usuários das UBS´s do Esperança I e II

Exercício físico focado no trabalho do equilíbrio corporal, circuito funcional, palestras, dinâmicas e caminhadas foram as atividades preparadas pela prefeitura de Ipatinga, por meio da secretaria de Saúde, alusivas ao “Janeiro Branco”. O tema visa conscientizar a comunidade sobre a importância dos cuidados com a saúde mental.

Vestidos com camisas em sua maioria branca e segurando um balão da mesma cor nas mãos, na manhã desta quarta-feira (30), cerca de 80 pessoas usuárias da Unidade Básica de Saúde (UBS) Esperança I participaram de uma caminhada pelos bairros Ideal, Ferroviários e Cidade Nobre, em prol da conscientização sobre o tema.  

“Nosso objetivo é acabar com o preconceito. Esse tipo de doença é mais comum do que se imagina e afeta várias pessoas ao nosso redor. Além disso, queremos alertar sobre a importância do diagnóstico precoce, do tratamento e reabilitação do paciente. Na rede municipal nós possuímos um serviço de atenção à saúde mental, composto por profissionais capacitados para tratar e realizar o acompanhamento com a comunidade” informou a Secretária de Saúde, Érica Dias.

Nesta quinta-feira (31), a programação do “Janeiro Branco” será finalizada com uma nova caminhada de conscientização, só que desta vez, envolvendo os usuários da Unidade Básica de Saúde Esperança II. A concentração está prevista 7h, em frente à UBS do bairro.

Programação

Desde o dia 21 de janeiro, a equipe de profissionais do Núcleo Ampliado em Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-4), tem trabalhado uma extensa programação com os grupos ‘Passos Para Saúde’ e ‘Oficina do Corpo’.

A educadora física Daniela Duarte é uma das organizadoras da programação e afirma que “os transtornos mentais e emocionais são a segunda causa de afastamento dos profissionais de seus serviços, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que uma em cada quatro pessoas sofrerá com um transtorno da mente ao longo da vida. A maioria dos casos ainda é tratada como tabu, e esta é a hora de falarmos abertamente sobre o tema”.

Daniela conta que a programação foi desenvolvida para abordar o assunto com o público de forma humanizada. Além disso, durante as atividades, psicólogos ministraram palestras voltadas ao tema. “Esse bate papo com as turmas foi de extrema importância, porque abre espaço para eles contarem um pouco da rotina de cada um, e aliviar os problemas e angustias da mente”, concluiu.

A dona de casa Alice Venâncio Rodrigues, de 51anos, é moradora do bairro Ideal e participou de toda programação. Durante a caminhada ela observou que as atividades promoveram uma maior interação no grupo.

“Por todos esses dias o grupo tem acordado cedo para realização das atividades e também para discutir esse tema que é tão importante. Esta ação também vem gerando um maior entrosamento entre nós. De toda a programação desenvolvida o que mais chamou minha atenção foram as palestras, isso porque compreendi que preciso cuidar não só da saúde física, mas também da mental”, disse.

Conscientização

O Janeiro Branco é uma campanha dedicada a colocar os temas da Saúde mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade. A campanha ainda visa sensibilizar as mídias, as instituições sociais, públicas e privadas em relação à importância de projetos estratégicos relacionados aos universos da saúde mental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui