Prevenção à AIDS/HIV e Sífilis é foco de ações da Saúde no pré-carnaval

60

Falta pouco para o carnaval. Em meio à festa que alegra milhares de pessoas, a Prefeitura de Ipatinga tem uma preocupação: o aumento das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) após o período de comemoração. É por isso que nesta semana pré-carnaval a Administração municipal realiza o ‘CarnaSaúde’, evento com ações de conscientização, prevenção para mobilizar a sociedade em relação à incidência de novos casos.

“Neste momento nosso objetivo é elevar o tom de alerta. Isso porque muitas pessoas nessa data festiva ficam mais soltinhas e, no calor das comemorações, se descuidam, mantendo relações sexuais sem o uso do preservativo. O resultado é a exposição ao HIV, à Sífilis, à Gonorreia e às Hepatites B e C”, enfatiza a enfermeira do Centro de Controle de Doenças Infecto-Parasitárias (CCDIP), Ana Beatriz Barbosa.

“Com o hábito de uso de preservativo cada vez menor, nós estamos trabalhando para conscientizar um grande número de pessoas, já que os índices das IST’s cada dia aumentam mais. Quem tem IST não tem cara de que tem e nem fala para o parceiro. E ainda há as pessoas que nem sabem que têm IST. Por isso a importância de se prevenir e fazer o teste rápido”, reforça a enfermeira.

Ainda segundo Ana Beatriz, para cada dois homens portadores do HIV existe uma mulher com o vírus.

‘CarnaSaúde’

Nesta terça-feira (26), profissionais da Saúde promovem em frente às faculdades do município a distribuição de panfletos com entrega de ‘camisinhas’. As ofertas de testes rápidos gratuitos de HIV, Sífilis e Hepatites acontecerão no dia 27, das 7h às 19h, nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros Bom Jardim I, Veneza e Bethânia. No dia 1º de março, o expediente acontece das 7h30 às 17h30, no CCDIP. O serviço fica no centro de cidade, na rua Governador Valadares, nº 45.

Ainda no dia 28 de fevereiro, nas principais avenidas do centro da cidade, profissionais da Saúde realizarão uma caminhada com o grupo de charanga do Ipatinga Futebol Clube e os atores com pernas-de-pau, para o alerta e conscientização acerca das IST’s.

Número de notificações

Em Ipatinga, há 730 pessoas diagnosticadas com o vírus HIV. Desse total, 663 realizam, atualmente, tratamento no CCDIP, recebendo assistência com equipe multiprofissional e medicamentos antirretrovirais. Somente no ano passado, 109 casos novos de HIV foram notificados em moradores da cidade.

Outra IST que cresce assustadoramente é a Sífilis. A única forma de preveni-la é através do sexo seguro. Mas, um dos motivos do aumento do número de casos é o desconhecimento da doença pelo parceiro, a contínua exposição a relações sexuais sem o uso de preservativo e o abandono ao tratamento prescrito pelo médico.   

Também no ano passado, 377 pessoas foram notificadas com a doença no município. Desse total, 90 eram gestantes e 64 crianças recém-nascidas foram contaminadas com a doença durante a gestação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui