Procon de Ipatinga já funciona em novo endereço

188

As novas instalações do órgão oferecem maior comodidade ao público e funcionários

 

- PUBLICIDADE -

CRÉDITOS: SECOM/PMI

 

Mudança gera, apenas neste mandato, uma economia com aluguel de mais de R$ 300 mil

Ao lado de vários secretários e assessores, entre outras autoridades, o prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão, presidiu na manhã desta sexta-feira (5), no prédio que abrigava o antigo Cesec – Centro Estadual de Educação Continuada, na rua Edgard Boy Rossi, a solenidade de inauguração da nova sede do Procon municipal. A partir da próxima segunda-feira (8), o organismo de defesa do consumidor já começa a atender o público no local. A mudança representa maior comodidade para os funcionários e demandantes do serviço, além de gerar significativa economia para os cofres públicos.

Entre outros, o evento contou com a presença de representantes do 14º Batalhão de Polícia Militar, 12ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito e Corpo de Bombeiros Militar de Ipatinga.

“Precisamos pensar no consumidor sempre com muito respeito, porque é ele quem move a economia, de quem todos os empreendedores dependem. Sua importância é muitas vezes subestimada e cabe ao poder público resguardar os seus direitos, protegê-lo contra abusos, porque a sua preservação é a preservação da própria ordem econômica, gerando maior equilíbrio nas relações comerciais”, enfatizou o prefeito em sua fala.

PROCON - VISITA ÀS INSTALAÇÕES

“Além de melhor atender o munícipe, estamos procurando minimizar gastos e devolver o equilíbrio financeiro à prefeitura”, disse o prefeito

Quintão ainda ressaltou que a transferência do órgão para um prédio público vai gerar grande economia aos cofres municipais, cerca de R$ 336 mil em quatro anos. “A mudança foi feita primeiro pensando no usuário, no munícipe, já que é um local mais confortável, arejado, com maior disponibilidade de salas. Mas também se traduz em economicidade, já que vai gerar uma economia de R$ 7 mil/mês, R$ 84 mil/ano ou mais de R$ 300 mil ao longo dos próximos quatro anos. Assim como foi feito em relação ao órgão de defesa do consumidor, a mesma ação se repete em outros setores da Prefeitura. Estamos captando todas as fontes possíveis de recursos, procurando minimizar gastos e devolver o equilíbrio financeiro à prefeitura”, observou o Executivo. Segundo ele, em função de uma série de providências combinadas, apenas na pasta a que o Procon está ligado (a Sescon – Secretaria Municipal de Segurança e Convivência Cidadã), mais de R$ 500 mil foram economizados em horas-extras no primeiro ano de mandato.

Além do prefeito, se pronunciaram na solenidade o titular da Sescon, Amador Francisco da Silva Neto, e o diretor do Procon, Adão dos Anjos.

Atendimentos

Para que se tenha uma ideia da importância do órgão, o Procon de Ipatinga fechou o ano de 2017 com uma média de 90 atendimentos/dia, sendo que reclamações relativas à telefonia representaram em torno de 50% das insatisfações apresentadas. Queixas também bastante recorrentes são as relativas aos empréstimos consignados (20%), aparelhos eletrônicos (20%) e INSS, planos de saúde e outros (10%).

PROCON - VISITA ÀS INSTALAÇÕES 1 (Copy)

Rede nacional

Além de economia para a Prefeitura e conforto para usuários e funcionários, outro motivo da mudança para as novas acomodações é que o órgão está trabalhando para integrar-se ao Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (Sindec). Quando estiver interligado à rede, o Procon ipatinguense vai assegurar o registro online das demandas individuais dos consumidores. As reclamações são lançadas numa base de dados nacional, da qual fazem parte, além de órgãos estaduais e municipais, entidades privadas de defesa do consumidor que atuam em constante cooperação.  No país, o sistema é gerenciado pelo Ministério d

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui