Projeto musical leva a história do choro a cidades do Vale do Aço

203
O quarteto Choro do Vale irá interpretar canções que surgiram em meados do século XIX no Brasil.

Antônio Dias, Ipaba, Periquito e Belo Oriente receberão o espetáculo musical entre maio e junho

 

- PUBLICIDADE -

Na semana em que se comemora o Dia Nacional do Choro, 23 de abril, o Vale do Aço recebe um presente. Para os apreciadores do estilo musical, o projeto Chorinho no Vale chega para contar um pouco da história desse gênero de naturalidade brasileira.

 

Chorinho no Vale consiste em apresentações pelas cidades de Antônio Dias, Ipaba, Periquito e Belo Oriente, onde o quarteto Choro do Vale, formado pelos músicos Fabiano Cruz (violão), Marcelo Araújo (percussão), Carlos Vinícius (cavaquinho) e Wellington Assunção (bandolim) interpretam canções que surgiram em meados do século XIX no Brasil.  Entre uma apresentação e outra, o professor e historiador Sávio Tarso, juntamente com o radialista Amigão, irá contar de forma lúdica e divertida histórias da trajetória do choro.

 

“Por meio do Chorinho no Vale, vamos mostrar ao nosso público que o choro é um gênero eterno, que se renova e se mantém atual a cada nova geração de seus interpretes. Reflexo disso são os grandes nomes desse estilo que têm surgido nas faculdades de música”, destaca Sávio.

 

“Genuinamente brasileiro, o choro é muito pouco disseminado em nossa região. Essa será uma grande oportunidade para difundirmos para a comunidade o choro, que faz parte da nossa história como grande manifestação cultural”, pontuou o músico Wellington Assunção.

 

O projeto Chorinho no Valeuma produção assinada por Leila Cunha, conta com o patrocínio da Cenibra, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, e com o apoio das prefeituras municipais de Antônio Dias, Ipaba, Periquito e Belo Oriente.

 

Dia Nacional do Choro

O Dia 23 de abril é marcado pelo Dia Nacional do Choro. A data é uma referência a um dos grandes nomes do estilo musical, Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixinguinha. Flautista, saxofonista, compositor e arranjador, uma das principais referências da música popular brasileira e nome tão definitivo para a história do choro que a data de seu nascimento tornou-se o Dia Nacional do Choro. São de sua autoria músicas como Carinhoso, Lamentos, Rosa, Vou Vivendo, entre dezenas de outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui