“Reconhecer”. Projeto de valorização de pioneiros tem a 1ª edição na Estação Memória 

85

A Estação Memória Zeza Souto, no centro de Ipatinga, foi palco na manhã desta quinta-feira (22) do evento “Pausa para uma Prosa”, que serviu para dar sequência ao projeto de Educação Patrimonial, Bens Tombados e Inventariados intitulado “Conexão Patrimônio” e, também, a realização da primeira edição do projeto “Reconhecer”.

- PUBLICIDADE -

A primeira atividade do dia organizada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer foi receber as crianças do 3º ano do tradicional Colégio São Francisco Xavier (CSFX), que foram conhecer a Estação Memória dentro do projeto “Conexão Patrimônio”, incluindo visitas ainda ao Parque Ipanema e à Estação Pouso de Água Limpa.

A orientadora do Colégio, Luciene Yasumoto Tuler, disse que a escola tem um projeto próprio também relacionado com a valorização das raízes do município e seus patrimônios culturais, denominado “Investigando Ipatinga”. E explicou: “Nosso objetivo é levar essas crianças para conhecer esses espaços históricos e artísticos, uma vez que muitas vezes pelo padrão econômico mais elevado muitos deles acabam envolvidos em outras opções de lazer e não conhecem esses pontos que guardam muita história e são locais de entretenimento e lazer”.

“Muitas dessas crianças – acrescentou Luciene – não conhecem nem mesmo o Parque Ipanema. A partir do momento que visitam, falam para seus familiares e passam a frequentar com mais assiduidade nossos cartões postais”.

A orientadora disse ainda que “o Parque Ipanema e a área da Maria Fumaça são os locais que mais chamam atenção dos alunos”.

Pioneiros e pioneiras

A primeira edição do projeto “Reconhecer” homenageou 10 pioneiros ipatinguenses, que receberam das mãos do prefeito Nardyello Rocha um certificado como forma de reconhecimento pelos serviços prestados ao município ao longo dos anos. 

O prefeito também recebeu seu certificado como primeiro mandatário do Executivo nascido na cidade e falou deste sentimento. “Estar entre esses pioneiros recebendo essa homenagem é motivo de muito orgulho pra mim. Ouvir aqui relatos do tipo ‘Desembarquei nessa estação para fazer uma carreira profissional antes mesmo da emancipação político-administrativa’, não tem preço”. 

Nesse primeiro evento, que recebeu cinco pioneiros e cinco pioneiras, entre os homenageados estava o Dr. Emílio Gomes Fernandes, que foi o primeiro médico da cidade. 

“Tenho a honra de ter sido o primeiro médico da cidade, onde fiz mais de 16 mil partos. Ajudei também no processo de emancipação e hoje estou com 89 anos. Sinto-me muito feliz por esse reconhecimento do poder público municipal”, celebrou, muito emocionado.

Além do prefeito Nardyello Rocha e de Dr. Emílio Gomes (que estava acompanhado da sua esposa e ex-vereadora Therezinha Ferrer Fernandes), também receberam o certificado o professor José Amilar da Silveira, José Lúcio dos Reis, Zarife Selim de Salles, José de Oliveira Silva, Walter de Lima Salles, Maria Benigna Silva, Amélia dos Santos Costa Batista, Maria José da Silva Ferreira e Maria de Lourdes Costa.

Dentro do projeto “Pausa para uma Prosa” e dando sequência a mais uma edição do “Reconhecer”, os próximos certificados serão entregues no próximo dia 19 de setembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui