Saques do FGTS causam reflexo discreto no comércio

21
Alessandra avaliou os saques do FGTS como uma “boa surpresa para o mercado”
Alessandra Nogueira - Empresária Cash Calçados de Coronel Fabriciano - Foto Emmanuel Franco

Fotos: Emmanuel Franco 

Lojistas analisam como positiva a medida do Governo Federal, embora expectativa de consumo nas ruas fosse maior

- PUBLICIDADE -

IPATINGA – Os saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que começaram a ser liberados pela Caixa Econômica Federal em 13 de setembro, refletiram discretamente no comércio do Vale do Aço. Para alguns empresários da região, o aumento nas vendas foi tímido, pois as pessoas têm priorizado o pagamento de dívidas e não estão tão empolgadas para ir às ruas e gastar com produtos e serviços. 

“De qualquer forma – ainda que o valor liberado pelo Governo Federal tenha ficado aquém do que esperávamos –, o dinheiro a mais que circula na economia já tem trazido impactos positivos em nossas lojas, embora a expectativa de consumo fosse maior”, analisa José Maria Facundes, presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) do Vale do Aço. 

Facundes: “Valor liberado pelo Governo Federal ficou aquém do que esperávamos.”

O dirigente sindical lembra que a expectativa, em todo o Brasil, é que sejam liberados R$ 5 bilhões para cerca de 12 milhões de pessoas. Quem tem direito ao saque e possui conta poupança individual na Caixa, já teve (ou ainda terá) o dinheiro depositado automaticamente. Para os que têm conta corrente ou conjunta, a liberação ocorre apenas àqueles que fizeram a autorização de depósito automático até o dia 25 de agosto. 

Já aquelas pessoas que têm conta corrente ou conjunta na Caixa e não autorizaram o depósito automático, caso queiram fazer o saque, deverão seguir o calendário de quem não tem conta no banco. 

Empresários 

Paulo Fernandes, da loja New PacSun, localizada na Rua Ponte Nova, Centro de Ipatinga, opina que o “pouco dinheiro a mais” liberado não surtiu tanto efeito nas vendas do varejo. “Um setor ou outro foi afetado, mas o que a gente tem notado é o comércio no mesmo ritmo desde 2015. Mas, claro, sempre é boa entrada de um dinheiro extra, pois as pessoas pagam suas contas e tendem a consumir mais também”, afirma. 

Mateus Rodrigues de Oliveira é proprietário das lojas Fashion, que possui três unidades em Timóteo, e comemorou a liberação dos saques do FGTS. “Houve um impacto positivo, uma vez que aumentou a circulação de dinheiro no mercado e, consequentemente, as vendas melhoraram no nosso comércio como um todo. Porém foi um pouco menos que esperávamos! Cheguei à conclusão que alguns consumidores usaram esse dinheiro para remediar dívidas”, ressalta.  

Mateus – Lojista em Timóteo – Foto Emmanuel Franco

“Aumentou a circulação de dinheiro no mercado e, consequentemente, as vendas melhoraram”, afirmou Mateus 

Serviços 

Prestadora de serviços no Bairro Belvedere, em Coronel Fabriciano, Melissa Paula é dona de uma clínica de estética. Ela também avaliou como positiva a medida do Governo Federal. “Geralmente, quando é fim de mês, há muitos ‘buracos’ na minha agenda, o que não aconteceu na última semana de setembro. Até me assustei com o bom movimento que registrei. Acredito que tenha, sim, influência com os saques do FGTS. Certo é que estou trabalhando muito”, comentou. 

Melissa registrou um bom movimento em sua clínica na última semana de setembro

Empresária há 27 anos, Alessandra Nogueira está à frente da loja de calçados Cash, localizada na Rua Angélica, também em Fabriciano. “Mesmo que, indiretamente, qualquer injeção de capital na economia vai chegar a todas as pessoas e aos setores produtivos, seja no comércio, na prestação de serviços ou na indústria. É mais dinheiro circulando e sempre são muito positivas essas boas surpresas para o mercado”, opinou a lojista.  

Alessandra Nogueira – Empresária Cash Calçados de Coronel Fabriciano – Foto Emmanuel Franco

Agenda

Para quem faz aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril, o crédito em conta começou a partir de 13 de setembro. Já para quem nasceu em maio, junho, julho e agosto, a liberação dos valores iniciou no último dia 27. Aniversariantes em setembro, outubro, novembro e dezembro, terão disponibilizado os valores a partir do próximo dia 27.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui