Saúde na Noite: Ipatinga vai oferecer atendimento noturno em 11 UBS’s a partir de fevereiro

47

O prefeito Nardyello Rocha ressaltou que o novo Programa contempla 50% das Unidades de Saúde do município 

- PUBLICIDADE -

Município abre Processo Seletivo para contratação de médicos e outros profissionais. Novo programa contribuirá para desafogar a UPA e Hospital Municipal, proporcionando à população um amplo leque de serviços, de 16h às 22h.

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (5), na sala de reuniões do seu gabinete, o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, lançou o Programa Saúde na Noite, com uma série de medidas combinadas que proporcionam a extensão do horário de atendimento em 11 das 21 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município. Nestes locais específicos, em várias regiões da cidade, além do expediente convencional a comunidade será assistida também de 16h às 22h, de segunda a sexta-feira, a partir do início do mês de fevereiro.  

Os serviços que serão ofertados à população são amplos. Incluem desde consultas médicas e odontológicas realização de curativos, teste de rastreamento para Infecção Sexualmente Transmissível (IST’s), aplicação de vacinas, entre outros procedimentos.  

Das 11 Unidades Básicas que funcionarão em horário ampliado, cinco contarão com atendimento médico e odontológico. São as UBS’s dos bairros Esperança, Canaã, Limoeiro, Vila Celeste e Vila Militar. Já as Unidades de Saúde dos bairros Jardim Panorama, Iguaçu, Bom Jardim, Veneza II, Bom Retiro e Esperança II prestarão atendimento médico. 

Durante a coletiva, o prefeito Nardyello Rocha enfatizou que, além da ampliação do atendimento, a ideia é tornar a Atenção Primária mais resolutiva. “Com algumas Unidades de Saúde funcionando em horário estendido, esperamos desafogar os serviços de emergência como UPA – Unidade de Pronto Atendimento e o HMEM – Hospital Municipal Eliane Martins, onde a população busca atendimento em horários que muitas vezes as UBS’s já estão fechadas. A medida é mais um passo dado pela Administração municipal, que busca um sistema público de saúde de qualidade e acessível para toda a população de Ipatinga”, explicou o chefe do Executivo. 

Condições atendidas

O funcionamento do Saúde na Noite somente foi possível após a cidade atender exigências de adesão específicas do Programa Saúde na Hora, lançado em maio deste ano pelo Ministério da Saúde. Entre os requisitos estão manter a composição mínima das Equipes de Saúde da Família – com médico, enfermeiro, dentista e auxiliar de enfermagem – sem reduzir o número de equipes que já atuam no município. A UBS também deve funcionar sem intervalo de almoço, de segunda a sexta, e dispor de prontuário eletrônico implantado e atualizado.

“Nossa estrutura e resultados nos credenciaram junto ao Governo Federal para participar deste programa nacional, e agora que a cidade de Ipatinga foi contemplada conseguimos transformar o que era cinco Unidades de Saúde que atendiam pelo antigo ‘Corujão’, no passado, em 11 UBS’s prestando atendimento médico e algumas até com assistência odontológica para a comunidade. O ‘Corujão’ teve que ser cancelado porque toda a despesa, bastante alta, era custeada pelo município, inclusive devido à falta de repasses por parte do Estado, sem cumprimento da parte que lhe cabia. Desse modo, ficamos impossibilitados de dar continuidade ao benefício. Sem contar que ele era inviável financeiramente, porque funcionava com pagamento de hora-extra ao funcionário, uma vez que era estendida a carga horária dos profissionais. Agora estamos fazendo da forma correta, contratando os profissionais específicos por meio do programa e, melhor, sem custo para o município”, explicou o prefeito. 

Incentivos

Como incentivo à ampliação do horário de funcionamento, os repasses mensais do Ministério da Saúde podem dobrar de valor, dependendo da disponibilidade de Equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal, além da carga horária de atendimento das unidades, que pode variar entre 60h e 75h semanais. 

Vagas 

Para o funcionamento do Programa Saúde na Noite, novos profissionais estão sendo contratados em condições atraentes. Com uma carga horária mais reduzida, acredita-se que a proposta será abraçada como opção de trabalho por muitos médicos, além de outros profissionais. 

A Administração municipal, por meio da Secretaria de Saúde, publicou na terça-feira (3) o edital nº 12/2019, visando à contratação de mais de 55 profissionais para compor o quadro de servidores. Os salários variam entre R$ 1.042,91 e R$ 4.758,99, dependendo da área de atuação.

Estão sendo ofertadas as seguintes vagas: Auxiliares de Saúde Bucal (6), Odontólogos (6), Enfermeiros (11), Médicos Clínicos (11) e Técnicos de Enfermagem (22).  A carga horária também é específica de cada função e pode variar de 20h a 30h semanais. 

Inscrições

As inscrições para participar do Processo Seletivo se estendem até o dia 17 de dezembro e são realizadas exclusivamente no Espaço Qualifica, localizado na avenida João Valentim Pascoal, s/n, esquina com rua Mariana, no Centro. O horário de atendimento dos interessados é de 13h às 16h. 

O candidato ou seu representante legal deverá entregar preenchida a ficha de inscrição, que está no anexo I do Edital (www.ipatinga.mg.gov.br), junto com a documentação comprobatória de sua titulação. Não haverá ficha de inscrição disponível no local de inscrição.

Não será recebida a inscrição de candidato que não tenha registro no órgão de classe. 

Resultado 

O resultado final do Processo Seletivo será publicado no site da Prefeitura de Ipatinga, no link “Diário Oficial”, até o dia 3 de janeiro de 2020. 

A convocação para a contratação será feita de acordo com a necessidade da Secretaria Municipal de Saúde, sendo respeitada a ordem de classificação e o número de vagas existentes ou que vierem a existir, durante o período de validade do Processo Seletivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui