Sindimiva aborda Sucessão Familiar e Proteção Patrimonial

164

Fotos: Aline Alves

“No Brasil apenas 19% das empresas familiares possuem um planejamento de sucessão estruturado”

- PUBLICIDADE -

 

A falta de planejamento e de uma atuação preventiva pode comprometer a continuidade de uma empresa, principalmente quando se trata de sucessão familiar. Visando preparar e orientar seus associados quanto ao tema, o Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Vale do Aço – Sindimiva promoveu nessa quinta-feira, 29/11, no auditório da FIEMG, a palestra “Empresas Familiares – O Planejamento Sucessório e a Proteção Patrimonial”.

Domingos Ricca, consultor especializado em Governança Coorporativa para empresas familiares, destacou as principais vantagens de um bom planejamento sucessório como: redução de encargos e tributos comuns na sucessão; garantia da continuidade dos negócios da família; rápida liberação dos recursos e ativos; imposição de condições que evitem conflitos familiares, o que garante mais tranquilidade na transmissão dos bens e na segurança jurídica dos envolvidos.

Segundo Ricca, o planejamento sucessório pode ser feito por qualquer pessoa que possua bens, independentemente do tamanho do seu patrimônio. “Planejar faz parte dos processos de gestão, especialmente no que tange o planejamento tributário e jurídico, dois assuntos altamente relevantes para o crescimento e desenvolvimento de uma empresa”, pontuou.

 

Para a advogada, Rose Giacomin, uma proteção patrimonial bem planejada e aplicada, evita-se que desentendimentos e problemas pessoais possam ocasionar em prejuízos para empresa, assegurando a continuidade das atividades.

“Dados estatísticos confirmam que em relação a 4ª geração poucas empresas sobrevivem. No Brasil apenas 19% das empresas familiares possuem um planejamento de sucessão estruturado, ou seja, um índice altíssimo de empresas não se preparam para o momento de transição”, alertou.

O empresário Djalma Rodrigues, parabenizou a iniciativa do sindicato em discutir um tema que impacta na realidade de tantas empresas da região. “A palestra confirmou minhas convicções. Prezamos ao longo dos nossos 35 anos de atuação, a satisfação dos nossos funcionários e clientes. Reforço com meus filhos que assumirão a empresa, a importância da valorização de tudo que foi construído até aqui e dos colaboradores que contribuíram nessa construção”, afirmou o presidente do grupo Djafer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui