Sustentabilidade e Buteco: uma mistura certa

141

Primeiro bar do concurso nacional Comida di Buteco, com energia totalmente sustentável, é de Ipatinga

 

- PUBLICIDADE -

“Transformar vidas através da cozinha de raiz – buteco extensão de sua casa” – Essa é a missão do concurso Comida di Buteco, que há 11 anos é realizado na região. Criado  com a finalidade de resgatar e valorizar a cozinha de raiz através da visibilidade aos botecos espontâneos, o concurso tem mudado a realidade de muitos participantes, que expandem seu negócio, geram emprego, renda e, até mesmo, inovação em seus empreendimentos. Este é  o caso do Bar Galpão que, desde a primeira edição participa do concurso, sendo o primeiro bar do Comida di Buteco a funcionar com energia totalmente sustentável.

thumbnail_CaravanadaImprensa_ValedoAco-2018_DamilleBarros (7)

De acordo com José Wilson, alguns quesitos são primordiais em seu estabelecimento: cerveja gelada, alimentos condicionados dentro dos padrões, boa iluminação, dentre outros recursos que aumentam, cada vez mais, o consumo de energia do bar. “O nosso movimento cresce cerca de 70% durante o concurso, e para manter a qualidade do nosso atendimento, hoje contamos com 9 freezers, que geram um consumo significativo de energia”, disse. “Dessa forma, buscamos implantar a sustentabilidade no Galpão, tanto com a preocupação financeira, quanto com a ambiental”, acrescentou.thumbnail_energia fotovoltaica

O investimento teve um custo de R$ 88.000,00 e já está em pleno funcionamento. “Hoje, quando escutar que a energia vai aumentar, tenho a tranquilidade de não repassar este custo para o meu cliente. Além de economizar cerca de R$ 2.000,00 reais por mês na conta, estou contribuindo com o meio ambiente, com esta energia limpa e totalmente recomendável para nossa região”, disse José Wilson.

Outros butecos participantes desta edição, como o Cozinha Brasil e o Albatroz Butequices, por exemplo, também já estão antenados ao tema sustentabilidade, e hoje já fazem o descarte consciente do óleo, que é reaproveitado. “Por semana, em média, destinamos cerca de 10 litros de óleo para a produção de sabão e detergente, fazendo com que após o nosso consumo ele não degrade o meio ambiente. Além disso, separamos, também, as latas para a reciclagem e destinação ao artesanato, outra atitude de preservação que tentamos repassar aos nossos clientes”, disse Soraia da Silva, chef do Cozinha Brasil.

thumbnail_Cozinha Brasil

O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua causa transformadora, que tem promovido, cada vez mais, o desenvolvimento dos participantes. Para saber mais sobre o concurso, acesse:  www.comidadibuteco.com.br.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui