Unimed Vale do Aço retoma atividades do programa Viva Bem em Belo Oriente

192

Quarenta idosos do grupo Renovando Vidas, de Belo Oriente, participaram de uma palestra com o tema “A importância da atividade Física na Terceira Idade”, ministrada pelo fisioterapeuta José Emerson Carvalho. O evento, que ocorreu esta semana, faz parte das ações do Projeto Viva Bem, realizado pelo setor de Responsabilidade Social da Unimed Vale do Aço, e deu início as atividades de 2019 no distrito de Cachoeira Escura.

- PUBLICIDADE -

Durante sua fala, o fisioterapeuta orientou sobre a importância dos hábitos de vida saudáveis. “Boa alimentação e a prática regular de atividades físicas, são fortes aliadas na prevenção de doenças. Muitas vezes deixamos de fazer algum exercício e até mesmo de caminhar, preferimos ficar deitados ou assistir uma televisão”, afirmou o profissional.

O fisioterapeuta deu continuidade ao tema trazendo para a discussão o sedentarismo. “Uma simples caminhada já é de grande impacto na prevenção de doenças. Além de contribuir para a questão da estética, as atividades físicas melhoram a força e a flexibilidade, o funcionamento do coração e dos pulmões, o equilíbrio, a coordenação motora, diminuindo o risco de quedas e a prevenção da osteoporose”, reforçou o especialista.

José Emerson de Carvalho também alertou os idosos sobre as quedas, principalmente as que ocorrem dentro de casa. “Quando chegamos a terceira idade, adquirimos mais experiência, mas reduzimos nossos reflexos e estabilidade sobre o corpo. Dentro do lar existem móveis que contribuem para diminuição da prática de exercícios físicos se usados de forma excessiva, como bancos, sofás, camas, poltronas, tudo aquilo que contribuir pra te deixar com baixa mobilidade, se tornando perigosos, por isso os cuidados têm que ser redobrados”, afirmou.

Ao final da palestra, o fisioterapeuta respondeu as perguntas do grupo Renovando Vidas e perguntou quem gostaria de participar de uma avaliação. Três idosos se manifestaram, e o profissional analisou o risco que cada um deles tem com relação as quedas.

Na dinâmica, os idosos se sentaram em uma cadeira, circularam por um ponto há três metros e sentaram novamente na cadeira, com o tempo cronometrado. De acordo com o fisioterapeuta, aqueles que levaram até 10 segundos para concluir o percurso tem risco de queda baixo. Os trajetos realizados entre 10 e 19 segundos tem risco de queda moderado. Já aqueles que gastaram 20 segundos ou mais para concluir a atividade tem risco de queda alto. “Portanto, a dica que deixo a vocês é: movimentem-se”, concluiu o profissional.

Após o término da palestra, foi servido um lanche saudável. O projeto Viva Bem é realizado mensalmente pela Unimed Vale do Aço em municípios da região e promove palestras na área de saúde para os participantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui