“Remédio em Casa” passa a oferecer insulina e insumos para diabéticos 

259

Pessoas diabéticas com dificuldades de locomoção ou acamadas que necessitam de insulina e insumos para o controle da doença ganharam um forte aliado. Mantido pela Prefeitura de Ipatinga, o programa “Remédio em Casa”, que já fornecia medicamentos de uso contínuo para esse público, agora também passa a fornecer na casa do paciente a insulina e os produtos para a sua utilização, como lancetas e seringas. 

- PUBLICIDADE -

“Atualmente, já atendemos 263 pacientes no programa. E temos a capacidade de ampliar de acordo com a necessidade. Além da insulina e insumos, outros medicamentos de uso contínuo são ofertados e o cadastro pode ser feito a qualquer momento nas farmácias das Unidades Básicas de Saúde do município”, explicou a gerente da Seção de Assistência Farmacêutica da PMI, Ludiana Liberato. 

O programa é aprovado pelos usuários. Paulo Fernando Miranda, morador do bairro Canaãzinho, é pai da Fernanda Miranda, de 39 anos, diabética, que tem a locomoção dificultada em razão de ser portadora da Síndrome de Down. Ele conta que não sabia que a prefeitura realizava esse tipo de serviço, mas numa ida à Policlínica Municipal recebeu a informação. “Estão de parabéns pelo projeto”, disse. 

Para se beneficiar, o paciente precisa procurar a farmácia da Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua casa e, encaixando-se nos critérios, se cadastrar no programa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui