Alunos da rede municipal de Ipatinga se destacam em Olimpíadas Brasileiras

PUBLICIDADE

Astronomia e Astronáutica

No total, estudantes obtiveram 20 medalhas. Escola Altina Olívia Gonçalves foi a recordista, com dez premiações.

- PUBLICIDADE -
EXPO USIPA
Giganet
AAPI
Usiminas
Sesi – Senai

 

Os alunos da rede municipal de ensino de Ipatinga se destacaram na 24ª edição das Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astonáutica (OBA), conquistando nada menos do que 20 medalhas. Foram oito de ouro, nove de prata e duas de bronze. A OBA é uma competição aplicada em todo o território nacional, aberta a escolas públicas e privadas, tanto urbanas quanto rurais. Nesta edição, excepcionalmente, além dos testes nos próprios estabelecimentos educacionais, também puderam ser realizadas provas on-line, já que devido à pandemia havia escolas no ensino remoto, outras no sistema presencial tradicional e, ainda, outras funcionando em formato hídrido, com sistema remoto-presencial. 

 

A secretária de Educação de Ipatinga, Patrícia Avelar, destacou a excelência do ensino aplicado nas escolas da rede como fator determinante para o expressivo número de medalhas obtidas. “ O resultado alcançado é um dos mais expressivos de todos os tempos desde que a rede municipal iniciou sua patricipação nas olimpíadas. Conseguir 20 medalhas em uma competição como a OBA, onde alunos do Brasil inteiro participam, é um feito considerável. Nossos alunos estão de parabéns, assim como os professores e todo o corpo pedagógico. Gostaria também, em nome da SME e da atual administração de  parabenizar todos os alunos medalhistas das redes estadual e privada”, disse. 

 

A Escola Altina Olívia Gonçalves, no bairro Iguaçu, foi a recordista em premiações, com três medalhas de ouro e sete de prata dos seus alunos, somando dez no total. A Escola Padre Cícero de Castro, no Areal, teve cinco estudantes destacados, com três ouros e dois bronzes conquistados. A Escola Everson Magalhães Lage, no Jardim Panorama, registrou três alunos em posições de destaque (dois ouros e um bronze), e as Escolas Carlos Drummond de Andrade, no Ideal e Henrique de Freitas Badaró, no Esperança, um (medalha de bronze). 

 

“Essa premiação é fruto de um trabalho árduo e coletivo, que envolve prefessores, alunos, corpo diretivo e o grupo gestor do município. Além disso, há toda uma infraestrutura oferecida por trás de cada resultado”, refletiu o diretor da Escola Altina Olívia Gonçalves, Juciano Almeida. 

 

OBMEP

Além das premiações na OBA, a rede municipal de Ipatinga teve 48 alunos classificados para a segunda fase da 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que acontecerá no dia 6 de novembro. Os premiados serão conhecidos em 18 de janeiro de 2022. A primeira fase da Olimpíada aconteceu de 28 de junho a 3 de agosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui