Assistência Social de Ipatinga alerta sobre golpe contra beneficiários do Bolsa Família 

PUBLICIDADE

Orientação da SMAS é para que cidadãos não cliquem em links suspeitos e não forneçam dados pessoais e bancários 

- PUBLICIDADE -
AAPI
Usiminas
Giganet
Sesi – Senai

A administração de Ipatinga, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), lançou um alerta à população nesta quarta-feira (29) sobre uma modalidade de golpe que tem sido aplicada por criminosos, tendo como alvo os beneficiários do Bolsa Família, programa do Governo Federal de transferência de renda.

Os estelionatários estão enviando mensagens por SMS, WhatsApp e e-mail aos beneficiários do programa, para roubar dados e invadir contas bancárias das vítimas. Na mensagem, os infratores enviam um link e informam que é preciso clicar nele para desbloquear o benefício, ter acesso a ele ou até mesmo atualizar dados cadastrais para evitar suspensão do benefício. 

“O objetivo dos golpistas é roubar os dados pessoais e até mesmo o dinheiro. Fique atento: o Bolsa Família é um benefício social e sua atualização só é feita presencialmente, mediante visitas domiciliares ou então em um dos CRAS. Essa atualização nunca é feita pelo celular. Se você receber alguma dessas mensagens, desconfie. É golpe. Fique atento e não clique em links suspeitos. Não abra o link e nem forneça dados pessoais ou bancários”, orienta o gerente do Cadastro Único de Ipatinga (CadÚnico), Thales Hassen.

Em fevereiro deste ano, a Secretaria de Comunicação Social do Governo Federal emitiu nota alertando os beneficiários. “O Governo Federal e a Caixa só se comunicam com beneficiários do Bolsa Família por meios oficiais. Em caso de avisos, os atendidos pelo programa devem receber mensagens pelos seguintes meios: mensagem no extrato de pagamento do Bolsa Família; mensagens nos aplicativos do Bolsa Família, CAIXA Tem ou CadÚnico; carta de Concessão de benefícios; carta de envio do cartão do Bolsa Família e carta de repercussão do acompanhamento de condicionalidades”. 

Dúvidas 

Em caso de dúvida, o cidadão pode entrar em contato no telefone (31) 3829-8147. Presencialmente, o usuário pode buscar atendimento na sede do CadÚnico, na rua Edgard Boy Rossi, junto ao edifício oficial da Prefeitura, ou em um dos CRAS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui