Bloco cirúrgico passa a ser administrado 100% pela gestão municipal

PUBLICIDADE

A cirurgia de hérnia inguinal (um procedimento de média complexidade) no bloco cirúrgico marcou uma transição positiva após a administração temporária pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX).

- PUBLICIDADE -
SVA
FSFX
PMI VACINAÇÃO
Unimed Vale do Aço
Giganet
Câmara Ipatinga
Usiminas
Sesi – Senai
AAPI
Copasa

Em uma significativa conquista para a saúde pública de Ipatinga, nesta quinta-feira (21), a equipe do HMEM (Hospital Municipal Eliane Martins) realizou a primeira cirurgia de hérnia inguinal (procedimento de média complexidade) no bloco cirúrgico, marcando uma transição positiva após a administração temporária pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX).

“Essa iniciativa reforça o comprometimento da Secretaria de Saúde em oferecer serviços de excelência, promovendo avanços significativos no atendimento médico local e elevando a qualidade de vida da população de Ipatinga e região”, destaca o prefeito Gustavo Nunes.

Ao retomar a gestão do Bloco Cirúrgico, o município proporciona condições mais adequadas aos profissionais de saúde, resultando em maior bem-estar para os mais de 400 mil usuários da microrregião do Vale do Aço. O chefe do Executivo reforça o compromisso de alcançar uma média de 200 cirurgias mensais.

Agora, com a gestão local, há não apenas a redução das filas de espera, mas também é proporcionada maior tranquilidade aos pacientes, que realizam os procedimentos aqui, pois não precisam enfrentar estradas para receber atendimento.

ESTRUTURA

A estrutura do bloco cirúrgico, com uma área total de 518,14 metros quadrados, oferece quatro salas para cirurgias de baixa e média complexidade. Além disso, a unidade conta com uma ala de recuperação anestésica, vestiários, farmácia satélite e outras instalações essenciais para garantir um ambiente propício tanto para os pacientes quanto para os profissionai

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui