Calor excessivo eleva em 30% os atendimentos da saúde em Ipatinga 

PUBLICIDADE

Especialistas fazem recomendações preventivas para enfrentar as altas temperaturas

- PUBLICIDADE -
Giganet
EXPO USIPA
Sesi – Senai
AAPI
Usiminas

A Secretaria de Saúde de Ipatinga alerta para um aumento significativo de 30% nos atendimentos devido aos efeitos do calor excessivo, impactando especialmente idosos e crianças menores de quatro anos. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) tem capacidade diária de 354 atendimentos e, nos últimos dias, esses se elevaram em mais de 100. 

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu alerta vermelho, indicando temperaturas com 5°C acima da média por mais de cinco dias, até esta sexta-feira (17), representando riscos à saúde.

A população é orientada a adotar medidas preventivas, conforme destaca o médico Lucas Daniel Schuffner. Entre elas estão a ingestão adequada de líquidos, manter ambientes arejados, usar roupas leves e evitar exposição ao sol sobretudo entre 10h e 16h. Diante de sintomas como sonolência, dores de cabeça persistentes e sinais de desidratação grave as pessoas devem procurar uma Unidade Básica de Saúde. No entanto, em casos brandos a hidratação e compressas frias externas são suficientes.  

Uma atenção especial deve ser dispensada aos idosos, mais suscetíveis à desidratação devido a condições como diabetes e hipertensão. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também destaca medidas para enfrentar o calor, incluindo manter a casa arejada, evitar exposição direta ao sol, permanecer hidratado e adotar cuidados com vestuário e alimentação.

A população de Ipatinga é instada a seguir essas diretrizes para minimizar os impactos do calor extremo e proteger a saúde, especialmente os grupos mais vulneráveis. A Secretaria de Saúde permanece atenta aos desdobramentos e reforça a importância da prevenção.

Como se proteger do calor intenso

Na sequência, destacamos dicas oferecidas pelos especialistas consultados e divulgadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde):

– Procure manter sua casa arejada, na medida do possível

– Tente resguardar em temperaturas abaixo de 32°C durante o dia e 24°C à noite especialmente as crianças, idosos e pessoas com problemas crônicos de saúde 

– Use o ar noturno para resfriar sua casa, abrindo janelas e persianas durante a noite

– Reduza a carga de calor interna, fechando janelas expostas ao sol, desligando dispositivos elétricos e pendurando cortinas

– Evite exposição ao sol escaldante

– Procure os lugares mais frescos da casa, especialmente à noite

– Se a sua casa não estiver fresca, havendo possibilidade passe algumas horas por dia em locais com ar-condicionado, como edifícios públicos

– Evite sair durante as horas mais quentes do dia e atividades físicas extenuantes

– Mantenha-se hidratado 

– Tome banhos frios e use compressas frias para aliviar o calor

– Vista roupas leves e largas, incluindo chapéu e óculos de sol

– Use protetor solar

– Beba água regularmente e evite álcool e cafeína, que contribuem para desidratação

– Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentario!
Por favor, escreva seu nome aqui